Google+ Álem M. Martins: Mistério - Montanha começa a "explodir" em Chalé

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Mistério - Montanha começa a "explodir" em Chalé

 

As rachaduras se estendem por toda a rocha

Um fenômeno inusitado está assustando moradores do Córrego Areia Branca, na zona rural de Chalé. Desde quarta-feira, 17, uma grande pedra de uma montanha começou a explodir sozinha. Moradores deixaram suas casas e centenas de curiosos vão para o local assistir as explosões.

A comunidade do Córrego Areia Branca fica a dez quilômetros do centro da cidade de Chalé. Segundo a moradora Eroni Alves Dias Pereira, 40 anos, na quarta-feira de Cinzas, por volta de duas horas, começaram a ouvir estalos vindo da pedra. “Durante a madrugada foi aumentando, até que a pedra explodiu. Não teve como ficarmos em casa, pois tínhamos muito medo sem saber que parte da pedra estava quebrando”, contou lembrando que a noite silenciosa e escura aumentava a sensação de insegurança e medo.

Contudo, durante o dia, o fenômeno virou atração para muitos curiosos. Mais de 200 pessoas estão visitando o local diariamente. Estacionam carros e motos e ficam observando os estragos na pedra e o barulho.
O lavrador Valdenir Rodrigues de Souza, 45 anos, mora em Areia Branca desde os seis meses de idade e diz que nunca viu algo semelhante. “A explosão foi igual a um trovão, só que mais assustadora. Eu fiquei muito preocupado. O barulho começa fraco e aumenta a força, dee dentro para fora, até que explode”, afirmou.

Na sexta-feira, Valdenir e alguns curiosos resolveram ver o que estava acontecendo mais de perto. Quando chegaram na pedra, ela começou a estalar e saíram todos correndo.

Outra moradora, Suely Leão Marques, 36 anos, deixou a casa e foi para a cidade na residência de parentes. Ela diz que tem receio de que o mundo esteja no fim: “Na Bíblia está escrito sobre o fim dos tempos veríamos coisas espantosas. A explosão é muito forte. Parece que está acabando tudo”.

 

CALOR

Curiosos observam a montanha, enquanto casas foram desocupada

Curiosos observam a montanha, enquanto casas foram desocupadas

Curiosos observam a montanha, enquanto casas foram desocupadas

 

Para o prefeito Elmir de Melo, a explicação para o fenômeno é menos assustadora. Ele mobilizou a equipe de governo e comunicou autoridades. “Chalé nunca teve um período tão quente e a nossa primeira hipótese, mesmo não sendo especialista, é que isso é resultado do calor excessivo. Pedimos ajuda de autoridades no assunto para entender o que aconteceu em Areia Branca”, afirmou.

Segundo ele, foram tomadas medidas para alertar curiosos e proteger os moradores. “Estamos preocupados. Nós nunca vimos uma coisa parecida aqui na região. Estamos tomando providencias para evitar acidentes com moradores e curiosos. Não sabemos o que vai acontecer”, adiantou.

A Prefeitura de Chalé vai tentar nessa semana buscar o apoio de geólogos para apurar o que realmente está ocorrendo.

Antônio José - portalcaparao@gmail.com

Um comentário:

  1. Chiiiiiiiii... na quarta feira santa? O Fim do mundo vai começar em Chalé?

    ResponderExcluir