Google+ Álem M. Martins: 2009

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

SALMOS 23 NA LINGUAGEM DO MINEIRIN

 

SARMO 23


O sinhô é meu pastô e nada há de me fartá

Ele me faiz caminhá pelos verde capinzá

Ele tamém me leva pros corgos de água carma

Inda que eu tenha qui andá

nos buraco assombrado

lá pelas encruzinhada do capeta

não careço tê medo di nada

a-modo-de-quê Ele é mais forte que o “coisa-ruim”

Ele sempre nos aprepara uma boa bóia

na frente di tudo quanto é maracutaia

E é assim que um dia

quando a gente tivé mais-pra-lá-do-qui-pra-cá

nóis vai morá no rancho do sinhô

pra inté nunca mais se acabá...

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

HABEAS PINHO

seresta Em Campina Grande, em 1955, um grupo de boêmios fazia serenata numa madrugada fria do mês de junho, quando chegou a polícia e apreendeu o violão. Decepcionado, o grupo recorreu aos serviços do advogado Ronaldo Cunha Lima, então recentemente saído da faculdade e que também apreciava uma boa seresta. Ele peticionou em Juízo, para que fosse liberado o violão.


Esse pedido ficou conhecido como "Habeas Pinho" e enfeita as paredes de escritórios de muitos advogados e bares em praias do Nordeste.


Veja a petição:

 


Habeas Pinho


Exmo. Sr. Dr. Juiz de Direito
da 2ª Vara desta Comarca


O instrumento do crime que se arrola
neste processo de contravenção
não é faca, revólver nem pistola,
é simplesmente, doutor, um violão.

Um violão, doutor, que na verdade
Não matou nem feriu um cidadão.
Feriu, sim, a sensibilidade
de quem o ouviu vibrar na solidão.

O violão é sempre uma ternura,
instrumento de amor e de saudade.
O crime a ele nunca se mistura.
Inexiste entre eles afinidade.

O violão é próprio dos cantores,
dos menestréis de alma enternecida
que cantam as mágoas que povoam a vida
e sufocam suas próprias dores.

O violão é música e é canção,
é sentimento vida e alegria,
é pureza é néctar que extasia,
é adorno espiritual do coração.

Seu viver como o nosso é transitório,
mas seu destino, não, se perpetua.
Ele nasceu para cantar na rua
e não para ser arquivo de cartório.

Mande soltá-lo pelo amor da noite
que se sente vazia em suas horas,
p'ra que volte a sentir o terno açoite
de suas cordas leves e sonoras.

Libere o violão, Dr. Juiz,
Em nome da Justiça e do Direito.
É crime, porventura, o infeliz,
cantar as mágoas que lhe enchem o peito?

Será crime, e afinal, será pecado,
será delito de tão vis horrores,
perambular na rua um desgraçado
derramando na rua as suas dores?

É o apelo que aqui lhe dirigimos,
na certeza do seu acolhimento.
Juntada desta aos autos nós pedimos
e pedimos também DEFERIMENTO.


O juiz Arthur Moura, sem perder o ponto, deu a sentença no mesmo tom:

"Para que eu não carregue remorso no coração,
Determino que seja entregue ao seu dono,
Desde logo, O malfadado violão!“

Recebo a Petição escrita em verso
E, despachando-a sem autuação,
Verbero o ato vil, rude e perverso,
Que prende, no cartório, um violão.

Emudecer a prima e o bordão,
Nos confins de um arquivo em sombra imerso
È desumana e vil destruição
De tudo, que há de belo no universo.

Que seja Sol, ainda que a desoras,
E volte à rua, em vida transviada
Num esbanjar de lágrimas sonoras.

Se grato for, acaso ao que lhe fiz,
Noite de lua, plena madrugada,
Venha tocar à porta do Juiz.

Saúde pública do Brasil.

SUS_Fila
Anônimo disse...

Em 2011 chegarão ao Brasil os primeiros médicos cubanos.

Precisamos acabar com esta farsa de que os médicos cubanos são os melhores do mundo. Não são estes mesmos médicos que inventaram que tinha a cura para o vitiligo? Mentira pura. Propaganda do governo comunista que mantem o seu povo há cinquenta anos numa das mais sangrentas ditaduras do mundo.

São profissionais acostumados a lidar com o povo. Pessoas que não tem medo de trabalhar em postos do interior ou da periferia.

Os médicos brasileiros também não têm medo nem nunca tiveram de trabalhar no intrerior ou periferia e estão muito acostumados a lidar com o povo. Quem não se lembra do projeto Rondon de outros tempos? O Anônimo nunca esteve no interior da Amazonia para ver dedicados médicos brasileiros trabalhando em condições precárias onde falta tudo desde equipamentos até medicamentos.

Médicos que não se acham elite ou brasileiros superiores. São médicos que não precisam receber salários milionários.

Realmente, só de sair de Cuba já é uma recompensa e tanto. Vale até arriscar a vida em frágeis botes improvisados para chegar a Miami. Desde quando os médicos brasileiros recebem salários milionários? Esta é outra mentira do lulo petismo. Gente que não tem nem idéia de quanto o SUS paga por uma consulta.

Ao contrário dos médicos brasileiros não vão fazer "bico" nos postos de saúde. Vão trabalhar em tempo integral e fixos nos postos de saúde para o qual forem designados.

Os médicos brasileiros não fazem "bico" nos postos de saúde. Estão salvando vidas com os recursos mínimos que são providos pelo governo. Os médicos cubanos vão trabalhar tempo integral nos postos de saúde em troca da liberdade,

No Brasil se o pão queima é culpa do padeiro, se a ponte desaba é culpa do engenheiro se a saúde vai mal NÃO é culpa do médico, aquele carinha petulante que trabalha 2 horas, duas vezes por semana em um posto público de saúde e ainda acha que esta "se sacrificando".

O governo não passa recursos para a saúde pública e a culpa é do médico. O governo criou a CPMF para a saúde, desviou os recursos para outras áreas e a culpa é do médico. Equipamentos hospitalares apodrecem nos almoxarifados e a culpa é do médico. O governo não compra os medicamentos necessários e a culpa é do médico. O governo não mantêm os postos de saúde em condições mínimas e a culpa é do médico. Faça-me um favor anônimo, vá mentir assim lá no raio que o parta.

Quer ganhar mais "doutor", abre uma "zona" ou vá ser "aborteiro"!

Nem um médico no Brasil precisa abrir uma "zona", pois o sistema público de saúde no Brasil já é uma "zona". Nem um médico do Brasil precisa ser "aborteiro", pois com a falta de recursos o sistema público de saúde já o é.

Os recursos canalizados para corrupção, cartões corporativos, salários milionários dos nossos deputados e senadores, pensões para terroristas, etc. fossem gastos com saúde pública o povo seria mais bem tratado.

Daqui a pouco vamos importar também parlamentares cubanos que se disporão a trabalhar mais e por menos do que os parlamentares do PT em troca da liberdade!
Mais uma vez anônimo, obrigado pela oportunidade de desmascarar mais uma mentira e enganação lulo petista!

Laguardia em seu BLOG   http://brasillivreedemocrata.blogspot.com em resposta a um comentário anônimo.

E AGORA LUÍS INAPTO 51, VAI CONTINUAR MENTINDO?

 

Transcrito do Blog do Beto

Eduardo Militão. Um levantamento feito pela ONG Contas Abertas, que acompanha os gastos públicos da União, mostra que o governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB) gastou mais com investimentos do que a administração de Lula (PT), ao menos nos sete primeiros anos de cada mandato, considerando-se os valores atualizados monetariamente. Uma das estratégias da campanha eleitoral do PT para a presidência em 2010 será comparar as gestões de tucanos e petistas.

Congresso em Foco.

EU QUERO! PASSA ESSA ÁGUA ABENÇOADA DO VALDOMIRO PRA CÁ!

Galao-agua Meu amigo Renato Vargens postou o seguinte artigo em seu blog:


Eu não quero a água benta do "apóstolo" Valdomiro.


Eu quero Renato! Passa para cá!


Eu tenho de discordar! E exponho meus motivos:
1) É um água pura, 100% Jesus (O Senhor tenha misericórdia!), segundo o rótulo.


2) É uma água exclusiva, custa mais caro do que uma Perrieur Francesa, uma portuguesa “Pedras Salgadas” ou uma Pelegrino Italiana – preços de Brasil, claro. Nas origens nem são tão caras assim. E como o título fala de querer (do verbo pode vir de graça irmão, eu pego.)


3) Trata-se de uma água heróica. Como assim? Dado o risco de incêndio que havia na sede fechada da seita Mundial, disseram os bombeiros que apesar dos hidrantes não funcionarem a coisa só não era pior por conta de tanta água estocada que poderia ser usada em eventual incêndio. Gizuz ia operar um livramento com esta água bendita!

4) Trata-se de uma água que revoluciona os conceitos imutáveis da física. Por que? Até onde eu sei as águas minerais nascem nas fontes e descem as montanhas em direção às bicas. Já a água 100% Jesus SOBE O MONTE! Não é extraordinário! E no lombo de apóstolo! Coisa mais fina e rara do que goiabada cascão em caixa!


5) Trata-se de uma água “concentrada”. Não me peça para explicar isto que é “mistério”. Mas segundo o apóstolo, o galão é miniatura porque basta uma gota ou duas da água ungida concentrada para dar conta do serviço. Se for mesmo verdade, eu faço uns 100 galões deste galãozinho e faturo uma grana preta na virada do ano na praia. Macumbeiro para comprar não vai faltar! Ah! E deixo um para levar para Estocolmo! Ou você não acha que água concentrada rende um Nobel de física?

Postou Danilo Fernandes no Genizah já avisando que em 2010 pretende ser ainda
mais bem humorado pois, sem rir, não há como aturar esta barra não!

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Templo da Igreja Mundial do Poder de Deus no Brás oferece risco de contaminação, alega fiscalização

 

Por Leonardo Gonçalves

[Leia também: Igreja Mundial do Poder de Deus é fechada por falta de alvará]

O Templo dos Milagres, igreja onde Valdemiro Santiago [foto] realiza seus cultos de curandeirismo, permanece fechado. O embargo aconteceu nesta segunda-feira, 21 de dezembro, quando fiscais do município de São Paulo lacraram o lugar, após verificar “suposta” irregularidade no que concerne a segurança, além da comprovada falta de alvará de funcionamento. Ademais disso, as autoridades alegam risco de contaminação, pelo fato do galpão ter sido usado anteriormente para fins industriais.
Valdemiro, ex-pastor da Igreja Universal, auto-proclamado apóstolo e fundador da Igreja Mundial do Poder de Deus, disse que realizará cultos no estádio da Portuguesa, o que parece ser uma exibição de poder. O apóstolo pretende chamar a atenção das autoridades da cidade, bem como dos seus desafetos (Edir Macedo e RR Soares). Alega ainda, que o veto do seu salão de cultos é fruto de perseguição religiosa, e que o embargo é inconstitucional.
Segundo depoimento em vídeo, os pastores Silas Malafaia e Jabes de Alencar, ambos da Assembléia de Deus, teriam oferecido apoio à seita, manifestando-se contrários ao veto do Templo.
Não sabemos até onde esta história levará, mas é fato conhecido que bispos da Igreja Mundial já estão se aproveitando do ocorrido para pedir “sementes de fé”. Além de pedir 30% do salário dos fiéis e comercializar água benta à mil reais, a seita de Valdemiro Santiago pediu a TODOS que assistem seu programa, que enviem ofertas de 30, 50 e 100 reais [víde vídeo 2].
Conforme mencionamos em outra oportunidade, nada temos contra os membros da IMPD. Contudo, não endossamos nenhuma das práticas absurdas da seita, desde venda de ícones até a exibição de doentes em programa televisivo com o intuito de sensibilizar o telespectador para ofertar, ou ainda levá-lo a uma atitude complacente com o engodo apregoado pelo líder máximo da denominação.


***
Postou Leonardo Gonçalves, no Púpito Cristão


Comentário do Púlpito Cristão:
Temos sido questionados por centenas de fiéis da Igreja Mundial, bem como por simpatizantes do movimento oriundos de várias denominações. A imagem messiânica de Valdemiro Santiago, aliada a seus poderes curativos, parecem colocá-lo acima do bem e do mal, de modo que nossas críticas, por mais bem embasadas e bíblicas, são rejeitadas a priori pelos devotos do “homem de Deus”.
Com respeito ao curandeirismo do líder da seita, remeto meus leitores às palavras santas de Jesus, o qual disse: “Muitos me dirão naquele dia: ‘Senhor, Senhor, não profetizamos em teu nome? Em teu nome não expulsamos demônios e não realizamos muitos milagres?’ Então eu lhes direi claramente: Nunca os conheci. Afastem-se de mim vocês, que praticam o mal” (Mt 7.22-23). Também o apóstolo Paulo alertou os crentes de Corinto quanto a possibilidade de ministros de Satanás se infiltrarem no rebanho, “cultivando a aparência de anjos iluminados” (2Co 11.14-15). Cito ainda as palavras do reformador Martinho Lutero, o qual dizia que “qualquer ensinamento que não se enquadre nas Escrituras deve ser rejeitado, mesmo que faça chover milagres todos os dias”.
Já o embargo do templo, este é uma questão judicial, e cabe ao apóstolo provar que o lugar (antes um galpão usado para fins industriais) não oferece risco de contaminação, e conseguir um alvará de funcionamento. Baixo estas condições, qualquer pessoa pode amparar-se na constituição federal e exercer livremente seu direito de culto. Valer-se do direito de congregar-se no local, sem dispor de alvará e laudo que comprove que não há risco de contaminação é, no mínimo, irresponsabilidade do apóstolo, que ao invés de preocupar-se tanto com a cobrança de trízimos, devia preocupar-se mais com o bem-estar das suas ovelhas.

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Fique longe dessa Cabana

 

Recentemente, as vendas do livro A Cabana aproximaram-se de [sete] milhões de cópias. Já se fala em transformar o livro em filme. Mas, enquanto o romance quebra os recordes de vendas, ele também rompe a compreensão tradicional de Deus e da teologia cristã. E é aí que está o tropeço. Será que um trabalho de ficção cristã precisa ser doutrinariamente correto?

Quem é o autor? William P. Young [Paul], um homem que conheço há mais de uma década. Cerca de quatro anos atrás, Paul abraçou o "Universalismo Cristão" e vem defendendo essa visão em várias ocasiões. Embora freqüentemente rejeite o "universalismo geral", a idéia de que muitos caminhos levam a Deus, ele tem afirmado sua esperança de que todos serão reconciliados com Deus, seja deste lado da morte, ou após a morte. O Universalismo Cristão (também conhecido como a Reconciliação Universal) afirma que o amor é o atributo supremo de Deus, que supera todos os outros. Seu amor vai além da sepultura para salvar todos aqueles que recusaram a Cristo durante o tempo em que viveram. Conforme essa idéia, mesmo os anjos caídos, e o próprio Diabo, um dia se arrependerão, serão libertos do inferno e entrarão no céu. Não pode ser deixado no universo nenhum ser a quem o amor de Deus não venha a conquistar; daí as palavras: reconciliação universal.

Muitos têm apontado erros teológicos que acharam no livro. Eles encontram falhas na visão de Young sobre a revelação e sobre a Bíblia, sua apresentação de Deus, do Espírito Santo, da morte de Jesus e do significado da reconciliação, além da subversão de instituições que Deus ordenou, tais como o governo e a igreja local. Mas a linha comum que amarra todos esses erros é o Universalismo Cristão. Um estudo sobre a história da Reconciliação Universal, que remonta ao século III, mostra que todos esses desvios doutrinários, inclusive a oposição à igreja local, são características do Universalismo. Nos tempos modernos, ele tem enfraquecido a fé evangélica na Europa e na América. Juntou-se ao Unitarianismo para formarem a Igreja Unitariana-Universalista.

Ao comparar os credos do Universalismo com uma leitura cuidadosa de A Cabana, descobre-se quão profundamente ele está entranhado nesse livro. Eis aqui algumas evidências resumidas:

1) O credo universalista de 1899 afirmava que "existe um Deus cuja natureza é o amor". Young diz que Deus "não pode agir independentemente do amor" (p. 102),[1] e que Deus tem sempre o propósito de expressar Seu amor em tudo o que faz (p. 191).

2) Não existe punição eterna para o pecado. O credo de 1899 novamente afirma que Deus "finalmente restaurará toda a família humana à santidade e à alegria". Semelhantemente, Young nega que "Papai" (nome dado pelo personagem a Deus, o Pai) "derrama ira e lança as pessoas" no inferno. Deus não pune por causa do pecado; é a alegria dEle "curar o pecado" (p. 120). Papai "redime" o julgamento final (p. 127). Deus não "condenará a maioria a uma eternidade de tormento, distante de Sua presença e separada de Seu amor" (p. 162).

3) Há uma representação incompleta da enormidade do pecado e do mal. Satanás, como o grande enganador e instigador da tentação ao pecado, deixa de ser mencionado na discussão de Young sobre a queda (pp. 134-37).

4) Existe uma subjugação da justiça de Deus a seu amor - um princípio central ao Universalismo. O credo de 1878 afirma que o atributo da justiça de Deus "nasce do amor e é limitado pelo amor". Young afirma que Deus escolheu "o caminho da cruz onde a misericórdia triunfa sobre a justiça por causa do amor", e que esta maneira é melhor do que se Deus tivesse que exercer justiça (pp. 164-65).

5) Existe um erro grave na maneira como Young retrata a Trindade. Ele afirma que toda a Trindade encarnou como o Filho de Deus, e que a Trindade toda foi crucificada (p. 99). Ambos, Jesus e Papai (Deus) levam as marcas da crucificação em suas mãos (contrariamente a Isaías 53.4-10). O erro de Young leva ao modalismo, ou seja, que Deus é único e às vezes assume as diferentes modalidades de Pai, Filho e Espírito Santo, uma heresia condenada pela igreja primitiva. Young também faz de Deus uma deusa; além disso, ele quebra o Segundo Mandamento ao dar a Deus, o Pai, a imagem de uma pessoa.

6) A reconciliação é efetiva para todos sem necessidade de exercerem a fé. Papai afirma que ele está reconciliado com o mundo todo, não apenas com aqueles que crêem (p. 192). Os credos do Universalismo, tanto o de 1878 quanto o de 1899, nunca mencionaram a fé.

7) Não existe um julgamento futuro. Deus nunca imporá Sua vontade sobre as pessoas, mesmo em Sua capacidade de julgar, pois isso seria contrário ao amor (p. 145). Deus se submete aos humanos e os humanos se submetem a Deus em um "círculo de relacionamentos".

8) Todos são igualmente filhos de Deus e igualmente amados por ele (pp. 155-56). Numa futura revolução de "amor e bondade", todas as pessoas, por causa do amor, confessarão a Jesus como Senhor (p. 248).

9) A instituição da Igreja é rejeitada como sendo diabólica. Jesus afirma que Ele "nunca criou e nunca criará" instituições (p. 178). As igrejas evangélicas são um obstáculo ao universalismo.

10) Finalmente, a Bíblia não é levada em consideração nesse romance. É um livro sobre culpa e não sobre esperança, encorajamento e revelação.

Logo no início desta resenha, fiz uma pergunta: "Será que um trabalho de ficção precisa ser doutrinariamente correto?" Neste caso a resposta é sim, pois Young é deliberadamente teológico. A ficção serve à teologia, e não vice-versa. Outra pergunta é: "Os pontos positivos do romance não superam os pontos negativos?" Novamente, se alguém usar a impureza doutrinária para ensinar como ser restaurado a Deus, o resultado final é que a pessoa não é restaurada da maneira bíblica ao Deus da Bíblia. Finalmente, pode-se perguntar: "Esse livro não poderia lançar os fundamentos para a busca de um relacionamento crescente com Deus com base na Bíblia?" Certamente, isso é possível. Mas, tendo em vista os erros, o potencial para o descaminho é tão grande quanto o potencial para o crescimento. Young não apresenta nenhuma orientação com relação ao crescimento espiritual. Ele não leva em consideração nem a Bíblia, nem a igreja institucional com suas ordenanças. Se alguém encontrar um relacionamento mais profundo com Deus que reflita a fidelidade bíblica, será a despeito de A Cabana e não por causa dela.

The Berean Call
(As páginas citadas são as da edição original em inglês.)
Publicado em www.chamada.com.br

A alma Católica dos Evangélicos no Brasil



Augustus Nicodemus

170 Os evangélicos no Brasil nunca conseguiram se livrar totalmente da influência do Catolicismo Romano. Por séculos, o Catolicismo formou a mentalidade brasileira, a sua maneira de ver o mundo (“cosmovisão”). O crescimento do número de evangélicos no Brasil é cada vez maior – segundo o IBGE, seremos 40 milhões neste ano de 2006 – mas há várias evidências de que boa parte dos evangélicos não tem conseguido se livrar da herança católica. É um fato que a conversão verdadeira (arrependimento e fé) implica uma mudança espiritual e moral, mas não significa necessariamente uma mudança na maneira como a pessoa vê o mundo. Alguém pode ter sido regenerado pelo Espírito e ainda continuar, por um tempo, a enxergar as coisas com os pressupostos antigos. É o caso dos crentes de Corinto por exemplo. Alguns deles haviam sido impuros, idólatras, adúlteros, efeminados, sodomitas, ladrões, avarentos, bêbados, maldizentes e roubadores. Todavia, haviam sido lavados, santificados e justificados “em o nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito do nosso Deus” (1 Co 6.9-11), sem que isso significasse que uma mudança completa de mentalidade houvesse ocorrido com eles. Na primeira carta que lhes escreve, Paulo revela duas áreas em que eles continuavam a agir como pagãos: na maneira grega dicotômica de ver o mundo dividido em matéria e espírito (que dificultava a aceitação entre eles das relações sexuais no casamento e a ressurreição física dos mortos – capítulos 7 e 15) e o culto à personalidade mantido para com os filósofos gregos (que logo os levou a formar partidos na igreja em torno de Paulo, Pedro, Apolo e mesmo o próprio Cristo – capítulos 1 a 4). Eles eram cristãos, mas com a alma grega pagã. Da mesma forma, creio que grande parte dos evangélicos no Brasil tem a alma católica. Antes de passar às argumentações, preciso esclarecer um ponto. Todas as tendências que eu identifico entre os evangélicos como sendo herança católica, no fundo, antes de serem católicas, são realmente tendências da nossa natureza humana decaída, corrompida e manchada pelo pecado, que se manifestam em todos os lugares, em todos os sistemas e não somente no Catolicismo. Como disse o reformado R. Hooykas, famoso historiador da ciência, “no fundo, somos todos romanos” (Philosophia Liberta, 1957). Todavia, alguns sistemas são mais vulneráveis a essas tendências e as absorveram mais que outros, como penso que é o caso com o Catolicismo no Brasil. E que tendências são essas?

1) O gosto por bispos e apóstolos – Na Igreja Católica, o sistema papal impõe a autoridade de um único homem sobre todo o povo. A distinção entre clérigos (padres, bispos, cardeais e o papa) e leigos (o povo comum) coloca os sacerdotes católicos em um nível acima das pessoas normais, como se fossem revestidos de uma autoridade, um carisma, uma espiritualidade inacessível, que provoca a admiração e o espanto da gente comum, infundindo respeito e veneração. Há um gosto na alma brasileira por bispos, catedrais, pompas, rituais. Só assim consigo entender a aceitação generalizada por parte dos próprios evangélicos de bispos e apóstolos autonomeados, mesmo após Lutero ter rasgado a bula papal que o excomungava e queimá-la na fogueira. A doutrina reformada do sacerdócio universal dos crentes e a abolição da distinção entre clérigos e leigos ainda não permearam a cosmovisão dos evangélicos no Brasil, com poucas exceções.

2) A idéia de que pastores são mediadores entre Deus e os homens – No Catolicismo, a Igreja é mediadora entre Deus e os homens e transmite a graça divina mediante os sacramentos, as indulgências, as orações. Os sacerdotes católicos são vistos como aqueles através de quem essa graça é concedida, pois são eles que, com as suas palavras, transformam, na Missa, o pão e o vinho no corpo e no sangue de Cristo; que aplicam a água benta no batismo para remissão de pecados; que ouvem a confissão do povo e pronunciam o perdão de pecados. Essa mentalidade de mediação humana passou para os evangélicos, com poucas mudanças. Até nas igrejas chamadas históricas, os crentes brasileiros agem como se a oração do pastor fosse mais poderosa do que a deles e como se os pastores funcionassem como mediadores entre eles e os favores divinos. Esse ranço do Catolicismo vem sendo cada vez mais explorado por setores neopentecostais do evangelicalismo, a julgar por práticas já assimiladas como “a oração dos 318 homens de Deus”, “a prece poderosa do bispo tal”, “a oração da irmã fulana, que é profetisa”, etc.

3) O misticismo supersticioso no apego a objetos sagrados – O Catolicismo no Brasil, por sua vez influenciado pelas religiões afro-brasileiras, semeou misticismo e superstição durante séculos na alma brasileira: milagres de santos, uso de relíquias, aparições de Cristo e de Maria, objetos ungidos e santificados, água benta, entre outros. Hoje, há um crescimento espantoso, entre setores evangélicos, do uso de copo d’água, rosa ungida, sal grosso, pulseiras abençoadas, pentes santos do kit de beleza da rainha Ester, peças de roupa de entes queridos, oração no monte, no vale; óleos de oliveiras de Jerusalém, água do Jordão, sal do Vale do Sal, trombetas de Gideão (distribuídas em profusão), o cajado de Moisés... é infindável e sem limites a imaginação dos líderes e a credulidade do povo. Esse fenômeno só pode ser explicado, ao meu ver, por um gosto intrínseco pelo misticismo impresso na alma católica dos evangélicos.

4) A separação entre sagrado e profano – No centro do pensamento católico existe a distinção entre natureza e graça, idealizada e defendida por Tomás de Aquino, um dos mais importantes teólogos da Igreja Católica. Na prática, isso significou a aceitação de duas realidades coexistentes, antagônicas e freqüentemente irreconciliáveis: o sagrado, substanciado na Santa Igreja, e o profano, que é tudo o mais no mundo lá fora. Os brasileiros aprenderam durante séculos a não misturar as coisas: sagrado é aquilo que a gente vai fazer na Igreja: assistir Missa e se confessar. O profano – meu trabalho, meus estudos, as ciências – permanece intocado pelos pressupostos cristãos, separado de forma estanque. É a mesma atitude dos evangélicos. Faltanos uma mentalidade que integre a fé às demais áreas da vida, conforme a visão bíblica de que tudo é sagrado. Por exemplo, na área da educação, temos por séculos deixado que a mentalidade humanista secularizada, permeada de pressupostos anticristãos, eduque os nossos filhos, do ensino fundamental até o superior, com algumas exceções. Em outros países, os evangélicos têm tido mais sucesso em manter instituições de ensino que, além de serem tão competentes como as outras, oferecem uma visão de mundo, de ciência, de tecnologia e da história oriunda de pressupostos cristãos. Numa cultura permeada pela idéia de que o sagrado e o profano, a religião e o mundo, são dois reinos distintos e freqüentemente antagônicos, não há como uma visão integral surgir e prevalecer, a não ser por uma profunda reforma de mentalidade entre os evangélicos.

5) Somente pecados sexuais são realmente graves – A distinção entre pecados mortais e veniais feita pelo catolicismo romano vem permeando a ética brasileira há séculos. Segundo essa distinção, pecados considerados mortais privam a alma da graça salvadora e a condenam ao inferno, enquanto que os veniais, como o nome já indica, são mais leves e merecem somente castigos temporais. A nossa cultura se encarregou de preencher as listas dos mortais e dos veniais. Dessa forma, enquanto se pode aceitar a “mentirinha”, o jeitinho, o tirar vantagem, a maledicência, etc., o adultério se tornou imperdoável. Lula foi reeleito cercado de acusações de corrupção. Mas, se tivesse ocorrido uma denúncia de escândalo sexual, tenho dúvidas de que teria sido reeleito ou de que teria sido reeleito por uma margem tão grande. Nas igrejas evangélicas – onde se sabe pela Bíblia que todo pecado é odioso e que quem guarda toda a lei de Deus e quebra um só mandamento é culpado de todos – é raro que alguém seja disciplinado, corrigido, admoestado, destituído ou despojado por pecados como mentira, preguiça, orgulho, vaidade, maledicência, entre outros. As disciplinas eclesiásticas acontecem via de regra por pecados de natureza sexual, como adultério, prostituição, fornicação, adição à pornografia, homossexualismo, etc., embora até mesmo esses estão sendo cada vez mais aceitáveis aos olhos evangélicos. Mais um resquício de catolicismo na alma dos evangélicos?

O que é mais surpreendente é que os evangélicos no Brasil estão entre os mais anticatólicos do mundo. Só para ilustrar (e sem entrar no mérito dessa polêmica), o Brasil é um dos países onde convertidos do catolicismo são rebatizados nas igrejas evangélicas. O anticatolicismo brasileiro, todavia, se concentrou apenas na questão das imagens e de Maria e em questões éticas como não fumar, não beber e não dançar. Não foi e não é profundo o suficiente para fazer uma crítica mais completa de outros pontos que, por anos, vêm moldando a mentalidade do brasileiro, como mencionei acima. Além de uma conversão dos ídolos e de Maria a Cristo, os brasileiros evangélicos precisam de conversão na mentalidade, na maneira de ver o mundo. Temos de trazer cativo a Cristo todo pensamento, e não somente os nossos pecados. Nossa cosmovisão precisa também de conversão (2 Co 10.4-5).

Quando vejo o retorno de grandes massas ditas evangélicas às práticas medievais católicas de usar no culto a Deus objetos ungidos e consagrados, procurando para si bispos e apóstolos, imersas em práticas supersticiosas, me pergunto se, ao final das contas, o neopentecostalismo brasileiro não é, na verdade, um filho da Igreja Católica medieval, uma forma de neocatolicismo tardio que surge e cresce em nosso país, onde até os evangélicos têm alma católica.

Fonte: Editora Fiel / www.editorafiel.com.br

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Igreja Mundial do Apóstolo Valdemiro Santiago é LACRADA.

 

Postado por Meire no Blog Pensar e Orar

A IMPD teve nessa última segunda feira, dia 21/12/2009, sua sede no Brás lacrada pela prefeitura municipal de São Paulo sob a justificativa de falta de alvará de funcionamento e falta de segurança.

No início desse mês de dezembro, foi veiculada no jornal Folha de São Paulo uma matéria sobre a facilidade existente para se abrir uma igreja: Em menos de cinco minutos com o custo de R$ 418,00. Esclarecido esse fato, fica a pergunta: Qual o motivo do sr. apóstolo Valdemiro Santiago não regularizar o prédio do templo, onde segundo ele, congregam mais de 1200 pessoas?

Será que cabe a acusação de perseguição religiosa feita por ele? 

Como um homem que se coloca em posição de verdadeiro messias, anda fora da lei? Será que ele não leu: “Dai a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus.” (Mt 22,21).

É lícito um líder religioso da expressão que ele é, ameaçar não só a prefeitura, mas também a todos os munícipes de parar a cidade de São Paulo?


 

Triste demais esse episódio na carreira ministerial do apóstolo Valdemiro, que já consta em seu currículo, entre outras acusações, uma prisão por porte ilegal de armas. É esse o exemplo que queremos dar?

Isso é ser luz? Que evangelho é esse, onde o homem não precisa andar em conformidade a leis que vigoram no país?

O que me deixa mais triste nesse episódio, é minha desconfiança sobre o real motivo da lacração do prédio do templo da IMPD, afinal o apóstolo Valdemiro Santiago está anunciando que no domingo os cultos serão realizados no Ginásio da Portuguesa, e isso com certeza será uma bela demonstração de força para as autoridades políticas e igrejeiras, como o bispo Edir Macedo e o missionário R.R. Soares, desafetos do apóstolo.

Deixo também o registro da minha total indignação com o pastor Jabes de Alencar, que por telefone justifica a reabertura da sede do Brás da IMPD  sob alegação que existem várias igrejas em situação irregular, e nem por isso estão fechadas.

Alguém ainda lembra de um quadro de um programa humorístico cujo o bordão era: "Lá vem o golpe"?

Mais cara de pau que isso, só se for o Pinóquio.

Conclusão: As rapozas estão unidas, e o povo cada vez mais hipinotizado pela promessa de vida sem sofrimento, está junto com elas.

Sai da Babilônia povo meu, essa é a ordem de Deus para os que são iludidos por esse falso evangelho pregado por esses homens que nada fazem a não ser pedir dinheiro.

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Presente das trevas

Programa de “Direitos Humanos” de Lula traz aborto e “casamento” gay às vésperas do Natal

Julio Severo

Enquanto a população e o Congresso Nacional estão ocupados e distraídos com a estação do Natal e reuniões de família, governo Lula dá um presente para o Brasil.

Em 21 de dezembro de 2009, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva lançou o 3º Programa Nacional de Direitos Humanos, um documento de 121 páginas que faz as seguintes recomendações:

* Criação de mecanismos para impedir a ostentação de símbolos religiosos — como o crucifixo ou a Bíblia — em estabelecimentos públicos.

* Inclusão no currículo escolar do ensino da “diversidade religiosa”, com destaque especial para as religiões afro-brasileiras como o candomblé.

* Criação de uma comissão para investigar os “crimes” cometidos durante a ditadura militar, transformando comunistas armados e mortos em “heróis” e transformando os militares em “criminosos”.

* Modificação do Código Penal para garantir a “descriminalização do aborto”.

* Defesa de projeto de lei que regulariza o “casamento” de casais homossexuais.

Grupos homossexuais, abortistas, comunistas e religiosos afro-brasileiros estão comemorando o lançamento do 3º Programa Nacional de Direitos Humanos.

Com o aborto e o “casamento” homossexual sendo tratados oficialmente como “direitos humanos”, a população tem o que para comemorar?

Numa sociedade ideal, a defesa da vida dos bebês em gestação seria considerada fundamental. A proteção ao casamento natural contra ameaças à sua existência seria igualmente vista como vital.

Contudo, um governo pervertido insiste em inverter tudo.

Direitos humanos agora viraram desculpa para matar bebês inocentes por meio de leis de aborto.

Direitos humanos agora viraram desculpa para permitir o casamento de dois seres cuja sexualidade não tem nenhuma função e valor para a família e para a sociedade. Pelo contrário, com o reconhecimento da disfunção homossexual como merecedora de “casamento”, crianças serão entregues em adoção diretamente na boca dos leões.

Direitos humanos agora viraram desculpa para apoiar, defender e promover o crime e os criminosos.

No Reino Animal, os animais protegem seus filhotes dos predadores. No mundo humano, as crianças estão sendo entregues ao aborto e as que sobreviverem serão entregues aos predadores homossexuais, com as desculpas mais elegantes do governo de Herodes, que tem sede de sangue.

Na calada da noite, o criminoso de máscara tira vantagem da desatenção da vítima, pegando-a de surpresa e dando-lhe pouca oportunidade de reação. Na euforia dos feriados, bem às vésperas da comemoração do nascimento do Salvador Jesus Cristo, o governo Lula entrega para a desprevenida população brasileira seu presente de aborto e “casamento” homossexual.

Verdadeiramente, um presente de Herodes.

Verdadeiramente, um Presente das Trevas.

Fonte: www.juliosevero.com

Dilma de namoros com o pulpito

 

As andanças religiosas de Dilma Rousseff

Julio Severo

Um dia, com o casal Hernandes, Crivella, Rodovalho e outros líderes evangélicos. Veja aqui:

Outro dia — mais precisamente, no dia 5 de outubro de 2009 —, ocupando o púlpito da Assembleia de Deus de São Paulo para homenagear o aniversariante Pr. José Wellington Costa e o não aniversariante Lula, “o defensor dos valores cristãos”. Veja aqui:

E mais outro dia — exatamente no dia 9 de outubro —, Dilma aparece com “outros” religiosos. Veja aqui:

Se pudesse, ela faria campanha no céu e no inferno. Embora provavelmente ela deva se considerar, como Lula, “defensora dos valores cristãos”, será que o céu estaria aberto para a propaganda dela? Será que o inferno estaria fechado para a propaganda dela?

Mas fica uma pergunta importante: se Lula e Dilma é que estão defendendo os valores cristãos, que tipo de valores a Bíblia está defendendo então?

OBS:

Temo que o povo hoje que se chama pelo nome do Senhor não seja muito diferente do povo do Israel do Antigo Testamento, cujos líderes religiosos também mantinham uma relação promíscua com um Estado contrário a Deus. O rei Acabe, por exemplo, dava o que eles queriam, e eles lhe davam o que ele queria, e o Estado prosseguia tranquilamente na sua promoção do culto de Baal, que envolvia o sacrifício de bebês recém nascidos e a prostituição homossexual.

O culto a Baal pode estar enterrado num passado muito distante, mas o socialismo tem trazido para o Brasil, com a benção de líderes católicos e evangélicos, a ressurreição do sacrifício de bebês — sob a máscara dos direitos reprodutivos do aborto — e a prostituição homossexual — sob a máscara dos direitos humanos do homossexualismo.

O único que conseguia confrontar o Estado decadente de Israel era o profeta Elias, que não tinha interesse nos favores e concessões do governo e dos governantes. Seu interesse era o governo de Deus e fazer a vontade de Deus.

Onde estão os Elias de Deus para a nossa geração?

Fonte: www.juliosevero.com

VIDEO DO PROTESTO NA MARCHA PARA JESUS – PARTE I

NETA ADOTIVA DE PASTOR PRESIDENTE DA AD É ABANDONADA EM BR POR "TRANSTORNAR A FAMÍLIA"

 
Amplamente divulgada pela imprensa de Minas Gerais durante a semana, a localização de uma menina de três anos que estava abandonada na movimentada BR-259, no perímetro que corta a cidade de Resplendor, na madrugada da sexta-feira 11, teve desfecho em Ipatinga, no Vale do Rio Doce.

Depois de ter alegado que havia perdido a pequena Heloísa em uma praça da cidade, o pai adotivo da garota, Eber Rosa da Silva, de 34 anos, confessou à polícia que havia abandonado a menor na BR-259. Para adotá-la, ele teria se apresentado como pastor da Assembleia de Deus em Ipatinga, como informou a polícia da Bahia. O processo tramitava desde janeiro deste ano e, só no fim de agosto, a guarda foi concedida ao casal. A mãe biológica da garota sofria de alcoolismo e por isso a criança vivia em um abrigo, em Porto Seguro.
 
Eber foi detido em casa, no Bairro Novo Cruzeiro, na tarde da última terça-feira (15). Ele foi encaminhado para a Delegacia Adjunta de Repressão aos Crimes Contra a Mulher e de Orientação a Menores, no Bairro Iguaçu, para prestar esclarecimentos.

De acordo com o delegado Izaqueu Lourenço da Silva Júnior, responsável pelo inquérito, Eber Rosa chegou a afirmar que abandonou Heloisa porque ela tinha o costume de conversar com o demônio, numa espécie de manifestação maligna. Izaqueu considerou a declaração uma “falácia”.

Segundo o delegado, Eber resolveu abandonar Heloisa porque ela teria mudado muito a rotina da família dele, o que estaria trazendo alguns transtornos. Ainda conforme o delegado, a esposa de Eber também poderá ser indiciada por negligência ou tentativa de homicídio.

Eber é evangélico, filho do pastor-presidente da Assembleia de Deus de Ipatinga, possui um blog e cuida da área de comunicação da igreja do pai. Segundo informações de conhecidos, ele se preparava para se candidatar a deputado federal com o apoio do pai e da igreja.
 
Fonte: Via Comercial, Globominas, Jornal Vale do Aço e Gospel +

AS BENÇÃOS DE ESTEVAM PARA O MUNDO GOSPEL

 

por Nani http://nanieateologia.blogspot.com/search?updated-max=2009-12-12T11:00:00-02:00&max-results=1

A imagem abaixo é do site IGospel, com as bençãos proferidas por Estevam Hernandes para dezembro:

Vamos interpretar essas bençãos à luz dos últimos acontecimentos do mundo gospel:

01. Deus vai liberar recebimentos retidos

Uma interpretação possível é que Deus liberou a informação à nação brasileira dos recebimentos retidos na meia do Leonardo Prudente, da Sara Nossa Terra. Esperamos que não só a informação, mas o dinheiro também seja recuperado.
02.Haverá uma provisão material
Agora a benção é para o filho do Leonardo Prudente, que segundo o Correio Braziliense tem uma empresa que trata lixo hospitalar e já foi beneficiada por 2 vezes com a renovação de contrato sem licitação no valor de R$ 330 mil:

Num dos diálogos captados pelas escutas da Polícia Federal (PF), na Operação Caixa de Pandora, o então chefe da Casa Civil, José Geraldo Maciel, e o delator do suposto esquema de corrupção instalado no governo Arruda, Durval Barbosa, se referem ao suposto interesse do presidente licenciado da Câmara Legislativa, Leonardo Prudente (DEM), num negócio rentável: o lixo. Rafael Cavalcanti Prudente, filho do deputado distrital, representa em Brasília a empresa Serquip Serviços, Construções e Equipamentos Ltda., que mantém contrato emergencial com o Serviço de Limpeza Urbana (SLU) para tratamento dos resíduos produzidos por hospitais e clínicas do Distrito Federal.

03. Haverá surpresa de valores a serem recebidos neste final de ano

Esta foi para os Hernandes, mas não do jeito como eles gostariam. Segundo o G1(destaque por minha conta)

O juiz Fausto Martin De Sanctis, da 6ª Vara Criminal Federal de São Paulo, condenou o casal Sônia e Estevam Hernandes, fundadores da Igreja Renascer, a quatro anos de reclusão por crime de evasão de divisas. No entanto, o magistrado substituiu a prisão dos réus pela pena de prestação de serviços a entidades filantrópicas. Os dois podem recorrer em liberdade.[...]
Além da prestação de serviços, De Sanctis determinou que os réus paguem 164 dias-multa, tendo cada dia-multa o valor de cinco salários mínimos. Sônia e Estevam também estão proibidos de frequentar determinados lugares pelo tempo da pena aplicada (é a chamada interdição temporária de direitos), como: lojas de luxo, casas de jogos, lotéricas, cassinos e leilão de bens (exceção dos beneficentes).

04. Os recursos vão se multiplicar em nossas mãos

Na minhas mãos eu ainda não vi nada, mas nas mãos do Valdemiro Santiago os recursos irão aumentar pelo menos em 30% neste mês de dezembro:


05. Pessoas que te perseguiram vão dar reconhecimento profissional

É triste, mas essa benção é póstuma para a Leila Lopes. Nunca se ouviu falar tanto dela quanto neste mês de dezembro, em virtude de seu falecimento. Se poucos veículos de comunicação deram espaço para Leila durante a sua vida, na morte ela conquistou o reconhecimento profissional que tanto desejou.

06. Liberação de carro 0Km

Essa é para os irmãos com adesivos em seus carros, como este:

07. Muitos vão passar o Natal em casa nova

Segundo a coluna de Flavio Ricco (destaque por minha conta):

A CNT, no Rio de Janeiro, tinha muitos de seus horários ocupados pela Igreja Internacional da Graça de Deus, de RR Soares. Recebia R$ 2 milhões por mês.
Contrato vencido, espaço perdido. Valdemiro Santiago, da Igreja Mundial do Poder de Deus, com adiantamento de luvas e mensalidade de R$ 3 milhões, agora tem, com a sua igreja, exclusividade na programação da emissora.
Parte do dinheiro, inclusive, já foi utilizada na reforma do prédio da emissora no Rio. O apóstolo Valdemiro, com seu reluzente 4x4, agora passou a ser um dos frequentadores mais assíduos da CNT.
Aliás, utilizando-se de um helicóptero dos mais modernos, Valdemiro Santiago conheceu na semana passada uma de suas novas propriedades na zona norte carioca.

08. Muitas portas serão abertas e se tornarão efetivas

Também de acordo com a coluna de Flavio Ricco, a porta da rua da Band pode se abrir definitivamente para o R. R. Soares:

O caso do R.R. Soares está nas mãos de Johnny Saad, o número um da Band. Ele é quem tomará a decisão se a igreja continuará ou não com o horário diário das 21h.
Importante lembrar que este mesmo caso já esteve em questão no passado e as partes entenderam por bem deixar como estava, selando novos acordos.
Desta vez, dizem, tem tudo para ser diferente e que há o interesse de priorizar a programação como um todo. É forte a torcida a favor.
Mas, desconfia-se, que se alguma coisa se alterar, em relação ao panorama de agora, só será a partir de março do ano que vem.

09. Teremos volumes de negócio e vendas nunca vividos

Segundo o Diário do Nordeste:

Apesar da crise mundial, o mercado gospel não enfrenta estas dificuldades. Análises de especialistas do setor indicam que o mercado de produtos evangélicos deverá crescer 30% neste ano.
A indústria de produtos e serviços para cristãos movimenta por ano mais de R$ 1 bilhão, num país com mais de 30 milhões de evangélicos — a projeção é de que essa população aumente para 50 milhões até 2020. Junto com este crescimento aumenta, na mesma proporção, o consumo de produtos como Bíblias, CDs, DVDs e acessórios.

10. Do que fomos roubados, Deus irá trazer uma grande multiplicação

Espero que esta seja para o povo brasileiro, roubado inclusive por líderes evangélicos desonestos, corruptos e ambiciosos.

11. Haverá um novo canal de suprimento, teremos uma renda alternativa

Além do Valdemiro na CNT, os Hernandes também estão comprando horário em novos canais, visando - é claro - uma renda a mais. Flavio Ricco na área:

A Igreja Renascer, que já tem uma televisão, segue comprando horários em outras emissoras.
Na RedeTV!, por exemplo, vai ao ar todos os domingos, logo depois do almoço. Neste último, a pregação ficou a cargo da bispa Sônia Hernandes.

12. Tudo o que desejarmos comprar neste Natal iremos ter porque a provisão de Deus está sobre nós

Comerciantes, cuidado!!! Antes de vender qualquer mercadoria, verifique se o cliente é da Renascer... Isso evitará certas orações em janeiro, pedindo a Deus que os devedores miraculosamente paguem suas dívidas natalinas.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Carta a Robson Rodovalho

"Neste último domingo preguei em Ez.22.30. Todo este capítulo trata da corrupção que se alastrou em toda Jerusalém. Os profetas eram mentirosos e pregavam somente o que o povo queria ouvir; os sacertodes eram profanos e em vez de ensinar o caminho da santidade para o povo, ensinavam a profanação; os príncipes (líderes polítiicos) roubavam o povo descaradamente. E no meio de todo esse povo, Deus procurou alguém que se colocasse na brecha entre Ele e o povo, para interceder por este, pois, Ele estava determinado a punir Jerusalém, o que de fato aconteceu alguns anos depois.
Hoje pela manhã, enquanto assistia ao noticiário, tive de ver estarracido e enverganhado, canalhas, pilantras, ladrões safados com uma capa de "evangélicos" recebendo uma propina e no final, a mesma foi "abençoada" com uma oração sem vergonha, salafrária que ainda clamava a Deus para tirar da frente deles (daqueles vagabundos e corruptos) pessoas que estavam "atrapalhando" a obra de Deus. Que obra é essa, sr. Rodovalho? Aliás, que deus é esse a quem vocês se dirigem? Um deus que é conivente com essa canalhice sem precedentes, que abençoa canalhas?
Talvez o senhor esteja nesse momento dizendo: "Como esse sujeitinho ousa questionar Deus? Óh, Senhor, pesa a mão sobre ele, pois, está blasfemando contra Ti". Eu não tenho medo nenhum desse seu deus, pois, com certeza, não é o Deus da Bíblia. Não é o Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo. O seu deus é Mamon (dinheiro).
O que me deixa indignado é que vocês insistem em dizer que são "evangélicos", "cristãos", e assim, envergonham, enlameam o Nome de Cristo.
Pedir para o senhor disciplinar o seu querido Leonardo Prudente (que de prudente nada tem, pois, não tem o temor de Deus em seu coração) com certeza não serei atendido. Afinal, ele é um santo (apesar de concordar com a oração do outro canalha que declarou ser pecador).
Sara, Senhor a nossa terra? Não. Não é essa a oração que devemos fazer. A oração que devemos fazer é "Senhor, dê vergonha na cara para aqueles que se levantam em Teu Nome".
Por falar em oração, a oração do canalha Júnior Brunelli até que faz sentido e é injustamente chamada de "hipócrita", pois, ele foi muito sincero. Veja só:“Pai, eu quero te agradecer por estarmos aqui. Sabemos que nós somos falhos, somos imperfeitos, mas é o teu sangue que nos purifica de todo bem....", ele agradeceu a Deus por ser purificado de "todo bem", logo, o que ele gosta mesmo é do mal. A Bíblia diz que "Cristo nos purifica de todo o pecado" (1Jo.1.9). Logo, se vocês insistirem a na "sinceridade e honestidade" do Brunelli, serei obrigado a admitir que ele é um analfabeto em termos de Bíblia. Porém, se vocês se recusarem a admitir que ele cometeu um erro bíblico-teológico descarado, então, sou obrigado a afirmar com todas as letras: ELE É UM CANALHA JUNTAMENTE COM O PRUDENTE!
Outro trecho da oração (?)diz: "...nós somos gratos pela vida do Durval, que tem sido um instrumento de benção para nossas vidas, para essa cidade, que o senhor contemple a questão do seu coração”. Não sei bem, mas me parece que homem o Durval não é tudo isso mais para vocês, né?
Por fim, estou aqui desabafando meu coração, pois, com certeza o sr. Rodovalho nem perderá o tempo lendo isso e muito menos respondendo. O silêncio dele já diz tudo, e eu até prefiro que ele não me responda, pois, certamente virá com aquela conversinha desgraçada de "estão me perseguindo...". Antigamente, os apóstolos e servos de Deus eram perseguidos por pregarem o Evangelho; hoje, são porque afrontam o Evangelho e ainda se fazem de vítimas e injustiçados. Tenho nojo.
Mas, se restar em seu coração alguma vontade por menor que seja, de glorificar o Nome de Jesus, tome alguma atitude, senão, o único adjetivo que terei para o senhor é "conivente" (leia os adjetivos que dei aos seus comparsas,e o senhor verá que "conivente" nada mais é do que um resumo!)

Pr.Olivar Alves Pereira"