Google+ Álem M. Martins: CLÁUDIO HUMBERTO

sexta-feira, 12 de março de 2010

CLÁUDIO HUMBERTO

 

“É uma irresponsabilidade”
GOVERNADOR SÉRGIO CABRAL (RJ), AOS PRANTOS, SOBRE A DIVISÃO DOS ROYALTIES DO PETRÓLEO

CAMPANHA RICA: DILMA ALUGA QUATRO MANSÕES
O comitê de Dilma Rousseff (PT) está alugando quatro mansões no Lago Sul, bairro de classe média alta de Brasília, para os núcleos da campanha. Três delas custarão em média R$ 30 mil mensais por dez meses, sendo 30% pagos à vista, em troca da imediata desocupação dos imóveis. Uma mansão será usada pelo ex-prefeito de BH Fernando Pimentel, o coordenador, e a “área de inteligência” da campanha.

PR A BORDO
A mansão mais cara (cerca de R$ 50 mil mensais) tem píer para lancha e terá heliponto, para o presidente Lula chegar e sair sem ser a notado.

DINHEIRO SOBRANDO
Somente na mansão principal, que será ocupada pela candidata Dilma Rousseff, serão gastos R$ 500 mil em obras de reforma e adaptação.

MAU SINAL
Os contratos das mansões para a campanha de Dilma Rousseff têm sido negociados pelo dono de uma gráfica de Brasília.

BELA ESTRUTURA
Uma mansão é para o serviço de telemarketing, que vai disparar 600 milhões de mensagens gravadas de Dilma, e outra para estúdio de TV.

AGRICULTORES CRIAM O “PRÊMIO SILVÉRIO DOS REIS”
Entidades ligadas a produtores agrícolas vão lançar o “Prêmio Silvério dos Reis”, para deputados e senadores que votem contra propostas que protejam os interesses nacionais. Em troca de 30 moedas de ouro, Joaquim Silvério dos Reis delatou Tiradentes e os inconfidentes aos colonizadores portugueses. Os produtores desconfiam que ONGs ecopicaretas estariam a serviço de concorrentes do Brasil no exterior.

RESPOSTA
O “Prêmio Silvério dos Reis” responde à expressão “exterminadores do futuro”, usada por ecopicaretas para designar produtores agrícolas.

TEMPO ESGOTADO
Dissidentes cubanos acreditam que Guillermo Fariñas, em greve de fome há 16 dias na prisão em Cuba, resista, no máximo, até amanhã.

ABALO IDEOLÓGICO
O Chile tremeu ontem, na posse do presidente Sebastián Piñera. Se fosse aqui, o governo diria que foi obra da “imprensa golpista”.

RENOVAÇÃO AMPLA
O governador interino do DF, Wilson Lima, decidiu não ser candidato a nada. E acha que se a eleição fosse hoje haveria renovação de 80% da Câmara Legislativa. “O desgaste é muito grande”, disse a esta coluna.

VOCÊ JÁ SABIA
Jornalões publicaram ontem o que os nossos leitores sabem desde junho de 2008: a Bancoop atrasou a construção do triplex de Lula, no Guarujá. O imóvel está em nome da primeira-dama, d. Marisa.

CHORO SELETIVO
O governador do Rio, Sérgio Cabral, apareceu ontem indignado e até chorou, reclamando da própria derrota na questão dos royalties do pré-sal. Mas nem sequer foi ao protesto na BR-101 contra a decisão.

NUVENS NEGRAS
Como ninguém jamais verteu lágrimas por derrota política provisória, que até deve ser vetada por Lula, agora é oficial: Sérgio Cabral há dias teve um piripaque e ontem chorou por outras razões, bem mais graves.

AMEAÇA VELADA
O PMDB ameaça candidatura própria, caso Lula insista em Henrique Meirelles para vice de Dilma. Um líder do partido no Congresso pede anonimato para advertir: “O vice que o PMDB definiu é Michel Temer; por suas qualidades, Meirelles seria nosso candidato a presidente”.

LANÇAMENTO
O PCdoB apresenta, nesta sexta-feira (12), a pré-candidatura do advogado alagoano Messias de Souza ao governo do Distrito Federal. Militante da causa dos direitos humanos, ele mora em Brasília há anos.

PALÁCIO FORA DA LEI
Enquanto brasilienses ignoram o programa e não pedem a Nota Legal, que reduz o valor pago no IPTU, o restaurante da Presidência da República se nega a emitir o documento, que é lei no Distrito Federal.

CAMPANHA
Circula e-mail pedindo que a população vista preto, ou pendure faixas pretas nos carros ou em casa, no dia 21 de abril, aniversário de 50 anos da capital. A ideia é “distinguir o povo dos políticos”.

SPA PETISTA
Se, para Lula, preso político é igual a criminoso e não pode fazer greve de fome, se um dia um “cumpanhêro” for preso, terá que comer à força.

PODER SEM PUDOR
A CUÍCA DE VALADARES
Interventor de Minas, Benedito Valadares contratou um escritor de talento, Mário Mattos, para redigir seus discursos. Já na estreia, ele leu que as reservas de minério do Estado eram as maiores do Brasil, “cuíca do mundo”. Cuíca? Ninguém entendeu. Era “quiçá”, soube-se depois. E inspirou uma marcha de carnaval do compositor Rômulo Paes:
– Benedito/branco da alma preta/deixou de tocar corneta/e aprendeu a tocar cuíca...

!cid_0AE148D7FE92486BAE1FA9018EC72BDC@xpprobt2009

Nenhum comentário:

Postar um comentário