Google+ Álem M. Martins: Março 2010

quarta-feira, 31 de março de 2010

Após ter 'pulseira do sexo' arrancada, adolescente é estuprada em Londrina

 

Segundo a polícia, crime foi motivado pelo uso do adereço.

Dos quatro envolvidos, três são adolescentes e um tem 18 anos.

Glauco Araújo

Do G1, em São Paulo

 

Ampliar FotoFoto: Reprodução/TV Globo

Pulseira preta daria 'direito' a fazer sexo (Foto: Reprodução/TV Globo)

 

Uma adolescente de 13 anos foi estuprada por pelo menos três rapazes, em Londrina (PR). O crime teria sido motivado pelo uso da  "pulseira do sexo", segundo a polícia. A vítima foi abordada por um grupo composto por quatro jovens depois de sair da escola, na região central da cidade, por volta das 12h do dia 15 de março. De acordo com a Polícia Civil, um dos envolvidos tem 18 anos e vai responder em liberdade pelo crime de estupro de vulnerável. Os demais já foram identificados, mas ainda não prestaram depoimento até a manhã desta quarta-feira (31).

A “brincadeira” das pulseiras funciona da seguinte forma: uma menina coloca diversas pulseiras de silicone coloridas no braço e um jovem tenta arrebentar um dos adereços. Cada cor representa um “carinho”, que vai desde um abraço até a prática de sexo; quem arrebentar receberá a “prenda” da dona da pulseira. 

Ampliar FotoFoto: Reprodução/TV Globo

Cada cor da pulseira representa um 'carinho', que vai de um abraço até sexo (Foto: Reprodução/TV Globo)

 

Segundo o delegado William Douglas Soares, o caso chegou ao conhecimento da polícia no dia 23 deste mês, quando a mãe e a garota relataram o ocorrido. "A menina disse que foi abordada pelo grupo e um deles arrancou a dita 'pulseira do sexo' que ela usava. Pela cor do adereço, ela teria de pagar uma prenda aos jovens. Ela se mostrou constrangida com o fato e acompanhou o grupo até a casa do rapaz de 18 anos. A menina não relatou que eles tivessem usado arma para isso."

Soares informou ainda que o encontro preliminar aconteceu no terminal de transporte coletivo central de Londrina, que registra grande movimento de estudantes no horário de saída das escolas. "A vítima e os envolvidos não se conheciam. Por isso tenho a convicção de que o crime só aconteceu por causa do uso das 'pulseiras do sexo'. Fica aqui o alerta aos educadores, pais e estudantes sobre isso."

 

A jovem está recebendo acompanhamento psicológico do Centro de Referência Especializada de Assistência Social (Creas) desde o registro do caso. "Estamos esperando os laudos psicológico e do Instituto de Medicina Legal (IML) sobre as agressões sofridas pela menina", disse o delegado.

Soares informou ainda que o fato de a jovem ter acompanhado os agressores até a casa de um deles não tem importância no inquérito. "Trata-se de um caso de estupro de vulnerável, que independe de consentimento ou não da vítima, que neste caso tem menos de 14 anos, como rege a legislação."

Em caso de condenação, o rapaz de 18 anos pode cumprir pena que varia de 8 a 15 anos de reclusão. "No caso dos demais envolvidos, que são menores de idade, eles podem ser levados para medidas sócioeducativas ou até para internação, de acordo com o ECA [Estatuto da Criança e do Adolescente]", disse o delegado. 

Polêmica

Em São Paulo, o uso das pulseirinhas provocou polêmica entre pais, educadores e alunos. Fáceis e baratas de se comprar, as pulseiras viraram moda.

Um projeto de lei que proíbe o uso das pulseirinhas do sexo nas escolas da rede municipal de Navegantes (SC) foi aprovado por unanimidade pela Câmara de Vereadores da cidade, no começo deste mês.

“CUIDADO, POLÍCIA MILITAR! ELES QUEREM UM CADÁVER!”

 

quarta-feira, 31 de março de 2010

Sob o controle do PT e da CUT, 40 sindicatos pretendem levar hoje o caos às ruas de São Paulo num suposto protesto do funcionalismo público contra a política salarial do governo do estado. A Palas Athena do movimento é Bebel, a presidente da Apeoesp, sindicato dos professores da rede oficial de ensino, que comanda uma greve-fantasma. Na quinta-feira passada, esta isenta Deusa da Sabedoria dividia o palanque com a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff. Ambas estavam fazendo campanha eleitoral num outro sindicato, o dos Metalúrgicos do ABC, o que é proibido. A convocação de hoje é inequivocamente do PT, como José Dirceu deixa claro em seu blog (ver post de ontem). Classifiquei o protesto de uma afronta à democracia. Por quê?

“Trabalhadores não podem protestar e pedir melhores salários?”

Claro que sim! Ocorre que os sindicatos estão servindo apenas para “lavar” uma arruaça promovida pelo PT contra a candidatura de José Serra à Presidência da República. O tucano lidera todas as pesquisas de intenção de voto. E os partidários de Dilma Rousseff pretendem mudar isso. Atenção! É legítimo que queiram inverter o jogo! Não estou condenando o PT por fazer política; eu o estou condenando por tentar matar a política!

O partido está manipulando a causa de categorias profissionais e colocando-a a serviço de uma candidatura. Eu estou acusando o partido de promover uma espécie de comício antecipado às avessas: um comício anticandidato!!! E isso é uma violência contra o processo democrático. Se as instituições brasileiras passarem a condescender com essas práticas — e é um escândalo que o Ministério Público não tenha dado um pio até agora  —, estaremos marchando, sim, para uma espécie de fascismo modernizado

Ora, José Dirceu deixa claro em seu blog: a manifestação de hoje é partidária, não sindical. Como partidária foi a convocação para promover baderna ontem na inauguração do Rodoanel. Exibi aqui o documento, vazado naquela língua muito particular, mas de sentido claro. Isso lembra uma tropa de assalto à democracia. Que importa que suas camisas, ou suas bandeiras ao menos, sejam vermelhas? Eles são como os “camisas negras” de Mussolini. Até porque a diferença entre o socialismo e os vários fascismos, incluindo o alemão (nazismo), não é de substância, mas de modo de organizar a sociedade totalitária. Como bem notou Jonah Goldberg no livro Fascismo de Esquerda, os fascistas perseguiram os comunistas menos por suas diferenças do que por suas semelhanças. A matriz é a mesma.

Dirceu, Bebel e, indiretamente, Dilma Rousseff — que dividiu palanque com a chefona da Apeoesp — estão convocando a “Marcha Sobre São Paulo”, evocando aquela que Mussolini liderou em Roma em 1922, à frente de 26 mil (!) militantes e que acabou resultando no convite para que formasse o governo. A gente sabe aonde aquilo foi dar. É evidente que a intenção é associar o candidato da oposição ao caos, à anarquia, à desordem que eles próprios promovem. É evidente que a intenção é provocar a polícia para caracterizar o exercício da lei e da autoridade como truculência, enquanto a truculência é chamada de “reivindicação”. É evidente que se está tentando arrumar um “mártir” para a causa para tentar “resolver” as eleições fora da urna!

O PT tem todo o direito de fazer política, reitero, e de tentar alavancar o nome de sua candidata. Mas tem de fazê-lo, como os demais partidos, dentro da lei. Não pode tornar a cidade refém de sua ação política; não pode tentar cassar, na base da truculência, o direito legítimo de um adversário apresentar o seu pleito. Observem: o partido não está convocando um comício em defesa de sua candidata — até porque isso, agora, seria proibido. Ele está convocando um comício contra a candidatura adversária, o que, obviamente, caracteriza propaganda eleitoral antecipada. Igualmente ilegal é uso da estrutura dos sindicatos em favor de uma causa eleitoreira. Direitos coletivos estão sendo desrespeitados em favor de uma causa confessadamente político-eleitoral.

Os  Inciso II e III do Artigo 129 da Constituição deixa claro a quem compete agir imediatamente:

Art. 129. São funções institucionais do Ministério Público:
II - zelar pelo efetivo respeito dos Poderes Públicos e dos serviços de relevância pública aos direitos assegurados nesta Constituição, promovendo as medidas necessárias a sua garantia;
III - promover o inquérito civil e a ação civil pública, para a proteção do patrimônio público e social, do meio ambiente e de outros interesses difusos e coletivos;

A Justiça Eleitoral, que atua quando provocada, já foi chamada a se posicionar sobre a assumida politização do que se apresenta, sem ser, como “movimento sindical”. Cumpre agora ao Ministério Público Federal, que pode reagir ao corte de uma árvore  — e não estou sugerindo que não o faça — que reaja ao corte de direito de pessoas, que estão sendo prejudicadas porque os petistas decidiram atar o candidato da oposição… Não! Não sou eu a atribuir objetivos político-eleitorais ao protesto; são eles próprios!

À Polícia Militar
Que a força cumpra a sua tarefa e procure preservar os direitos constitucionais do conjunto dos paulistanos. Mas que fique atenta! As causas “companheiras” costumam precisar de mártires. Historicamente, é o sangue dos inocentes — especialmente de inocentes úteis que nem sabem direito por que estão no front — que irriga a luta dessa gente. As causas da esquerda, mesmo dessa esquerda que está aí, não teriam sobrevivido aos milhões de cadáveres que elas mesmas produziram se não erigissem sobre a montanha de corpos um edifício de mentiras.

Vão tentar parar a cidade; vão partir para cima dos policiais; vão provocar. Querem o famoso “quanto pior melhor”. Parte de seu objetivo eles já sabem garantido: vão dividir a primeira página dos jornais, que se transformam em propagandistas do movimento, com a despedida de Serra do governo. Mas isso é muito pouco. Eles precisam de mais. Com muita sorte, carregarão um corpo em cortejo; seria um verdadeiro troféu para a tropa de assalto à democracia.

E não custa lembrar: a campanha eleitoral nem começou.

Por Reinaldo Azevedo

Só de sacanagem!!! – Composição de Elisa Lucinda – Interpretado por Ana Carolina

 

 

Composição: Elisa Lucinda

Meu coração está aos pulos!
Quantas vezes minha esperança será posta à prova?
Por quantas provas terá ela que passar?
Tudo isso que está aí no ar: malas, cuecas que voam entupidas de dinheiro, do meu dinheiro, do nosso dinheiro que reservamos duramente pra educar os meninos mais pobres que nós, pra cuidar gratuitamente da saúde deles e dos seus pais.
Esse dinheiro viaja na bagagem da impunidade e eu não posso mais.
Quantas vezes, meu amigo, meu rapaz, minha confiança vai ser posta à prova?
Quantas vezes minha esperança vai esperar no cais?
É certo que tempos difíceis existem pra aperfeiçoar o aprendiz, mas não é certo que a mentira dos maus brasileiros venha quebrar no nosso nariz.
Meu coração tá no escuro.
A luz é simples, regada ao conselho simples de meu pai, minha mãe, minha avó e os justos que os precederam:
" - Não roubarás!"
" - Devolva o lápis do coleguinha!"
" - Esse apontador não é seu, minha filha!"
Ao invés disso, tanta coisa nojenta e torpe tenho tido que escutar. Até habeas-corpus preventivo, coisa da qual nunca tinha visto falar, e sobre o qual minha pobre lógica ainda insiste: esse é o tipo de benefício que só ao culpado interessará.
Pois bem, se mexeram comigo, com a velha e fiel fé do meu povo sofrido, então agora eu vou sacanear: mais honesta ainda eu vou ficar. Só de sacanagem!
Dirão:
“ - Deixa de ser boba, desde Cabral que aqui todo o mundo rouba.”
E eu vou dizer:
”- Não importa! Será esse o meu carnaval. Vou confiar mais e outra vez. Eu, meu irmão, meu filho e meus amigos. Vamos pagar limpo a quem a gente deve e receber limpo do nosso freguês. Com o tempo a gente consegue ser livre, ético e o escambau.”
Dirão:
" - É inútil, todo o mundo aqui é corrupto, desde o primeiro homem que veio de Portugal”.
E eu direi:
” - Não admito! Minha esperança é imortal!”
E eu repito, ouviram?
IMORTAL!!!
Sei que não dá pra mudar o começo, mas, se a gente quiser, vai dar pra mudar o final.

Mais uma emPACada.

Transcrito do Blog do Josias

O vídeo acima foi gravado em fevereiro de 2009.


Exibe discurso de Lula num pa©lanque montado na cidade pernambucana de Salgueiro. Lula acabara de vistoriar as obras da ferrovia Transnordestina.


Pendurado ao microfone, enalteceu o zelo de sua gestão com o Nordeste.


Mencioniou “feitos” variados –da transposição das águas do rio São Francisco à abertura de escolas. Disse que voaria para Brasília “orgulhoso” e “esperançoso”. Prometeu retornar em breve:


“Quando eu voltar aqui outra vez, a gente já vai ter feito mais um pedaço da rodovia [sic]”.


O gogó do presidente já ouvia até o apito da locomotiva: “Quando eu voltar aqui depois de 2010, eu já vou poder dar uma volta no trem, que vai passar por aqui apitando [...]”.



No último mês de janeiro, de passagem por Paulista, outra cidade pernambucana, Lula marcara o mês de sua volta a Salgueiro: março.


O presidente dissera que inauguraria na cidade a “maior fábrica de dormentes do mundo”. Entregaria também uma fábrica de brita.


Deu chabu. Marcada para esta terça (30), a viagem de Lula a Salgueiro teve de ser cancelada.


As fábricas que o presidente planejara inaugurar não ficaram prontas.


Apito de trem? Nem pensar.


Dilma Rousseff acompanharia Lula.


Seria a última aparição dela num pa©lanque antes de deixar a chefia da Casa Civil para embrenhar-se na campanha.


Nas pegadas do anúncio do PAC 2, nada parecia mais conveniente do que a visita à Transnordestina.


Uma obra do PAC 1, assentada no Estado natal de Lula, onde sua aprovação roça a unanimidade.


Até o final da tarde desta segunda (29), a Secretaria de Comunicação da Presidência ainda mantinha no seu sítio na web um aviso relacionado à viagem.


O texto fornecia detalhes sobre a entrega de credenciais aos repórteres interessados em testemunhar as inaugurações de Salgueiro. Àquela altura, porém, já havia sido deflagrada a desmontagem do circo montado na cidade para recepcionar o cabo-eleitoral e a candidata.


Para não fornecer munição à oposição, Lula deu meia-volta.


A primeira vítima do cancelamento foi a rede hoteleira local, que já superfaturava as diárias. Repórteres que já haviam percorrido os 520 quilômetros que separam Recife de Salgueiro viram-se compelidos a retornar.


Entre eles 13 profissionais da estatal Empresa Brasil de Conunicação. Emissoras de rádio que haviam recebido a promessa de uma entrevista com Lula, desmobilizaram-se.


O vaivém do “inaugura-não-inaugura-mais” impôs um custo à Viúva, cujo valor não foi divulgado.


Como ocorre em todos os deslocamentos do presidente, o Planalto mobilizara o seu aparato de viagens. Agentes do GSI (Gabinete de Segurança Institucional) e do cerimonial da Presidência encontravam-se desde a semana passada.


Prepararam, nos mínimos detalhes, a viagem que não ocorreu. Um contribuinte mais exaltado poderia perguntar: quem vai restituir esses gastos?


Agora as mentiras estão aparecendo.


O governo lulo petista não tem competência para realizar tudo o que promete ao povo.


2010 se Deus quiser será o ano da virada, o ano em que começaremos a dar valor ao comportamento ético, honesto e moral de nossos governantes.

terça-feira, 30 de março de 2010

Apagão do governo Lula custará R$ 12 mi por dia aos brasileiros.

 

Reportagem de Polibio Braga

Há apenas 20 dias, no dia 10 de março, em São Paulo, ao inaugurar a Usina Térmica Euzébio Rocha, Lula e Dilma cantaram em dueto o mesmo refrão:- Nunca tivemos apagão elétrico no nosso governo e jamais teremos algo semelhante.


. A notícia foi publicada em todos os jornais. É só buscar no Google.


. Não foi a primeira vez que Lula e Dilma Roussef produziram mentiras do gênero. O intuito foi sempre o de fustigar o governo FHC, que administrou um corrosivo apagão elétrico.


. Pois apenas 20 dias depois das declarações feitas em Euzébio da Rocha, a Aneel divulgou sem relatório sobre o apagão de 22 horas do dia 10 de novembro em 18 Estados, entre eles São Paulo, Rio, Minas e Espírito Santo:- Foi um apagão e a falha ocorreu nas linhas de transmissão que trazem energia de Itaipu para Furnas.


. Foi culpa do governo Lula, do PT.


. O governo Lula, do PT, deveria ter demitido na mesma hora a diretoria de Furnas.


. O problema identificado pela Aneel foi de incompetência:

1) falta de manutenção.


2) falta de modernização.


3) falta de reciclagem e treinamento do pessoal.


. Furnas tomou uma multa de R$ 54 milhões.


. Os consumidores, atacados por esta oceânica incompetência do governo Lula, do PT, pagarão R$ 12 milhões por dia, não para quitar a multa, mas porque para suprir a demanda necessária, foi preciso irrigar o sistema com energia térmica, que é mais cara.


. Você leitor, pagará essa conta, mesmo se você acreditou na conversa fiada de Lula e Dilma.


- No dia 16 de março, em Porto Alegre, CEEE, AES Sul e RGE resolveram reunir-se para construir um Plano Institucional de Contingência. Em fevereiro, mini-apagões infernizaram a vida dos consumidores gaúchos de energia elétrica.


Clique na imagem acima para ler a entrevistado diretor de Infra-estrutura da Fiesp, Carlos Cavalcante, denunciando o descalabro da administração do PT neste caso. A entrevista foi publicada neste sábado pelo Estadão.

 

CUT paga para protestos

Do Blog Brasil Liberdade e Democracia por Laguardia

Exclusivo! Um vídeo denuncia o aliciamento de ativistas para participar de um protesto contra o governo do Estado. A gravação foi feita no dia da primeira manifestação do funcionalismo na Cidade Administrativa, há cerca de duas semanas. Dentro de um ônibus, jovens recebem material de protesto e orientações para pegar o dinheiro no fim do ato público, depois de assinar uma lista.

Fonte: Alterosa Clique pra ver o vídeo

.

Vale a pena assistir o video no link da Alterosa. Mostra como a PT e seus aliados agem. Infelizmente não é só o PT, outros partidos agem da mesma forma.

.

Não adianta negar a verdade. Em 21 de Abril de 2009 muita gente foi transportada de ônibus de Belo Horizonte para Ouro Preto para aplaudir Luiz Inácio Lula da Silva e gritar o nome de sua Ministra Siliconada.

.

Como o evento era fora de Belo Horizonte, a taxa paga foi de R$ 50,00 por pessoa.

.

É a falta de politização de nosso povo que leva a isto. É o que escrevi há alguns dias atrás sobre o "corretor de votos".

.

Compete a nós, eleitores, mudarmos o modo como se faz política no Brasil.

.

Temos uma grande oportunidade agora em 2010.

 

REAJA, BRAVA GENTE BRASILEIRA.

segunda-feira, 29 de março de 2010

Farra eleitoreira - Bateau Mouche do Medeiros

 

Sindicalistas bancam festa para secretário em três barcos no Paranoá

 

JULIANNA SOFIA
DA SUCURSAL DE BRASÍLIA


A antiga "companheirada" dos sindicatos, identificada como uma das novas elites emergentes da era Lula, celebrou ao melhor estilo brasiliense a despedida de um de seus expoentes do governo na madrugada de ontem.

O ex-sindicalista e quase ex-secretário de Relações do Trabalho, Luiz Antonio Medeiros, levou 150 convidados para uma festa em três barcos no lago Paranoá, devidamente apelidados de "Bateau Mouche do Medeiros".

Medeiros deixa na próxima semana a secretaria no Ministério do Trabalho para disputar o cargo de deputado federal pelo PDT de São Paulo. A secretaria é o elo do governo com o mundo sindical, e tem entre suas atribuições dar o registro a novas entidades.

O "Bateau Mouche do Medeiros", alusão de mau gosto dos convidados ao barco que naufragou no Rio, em 1988, foi bancado por uma "vaquinha" que reuniu funcionários terceirizados, servidores públicos e assessores do Ministério do Trabalho, além de líderes de centrais sindicais e confederações empresariais. A cota paga por assessor especial, por exemplo, foi de R$ 120.

O programa no Paranoá é típico entre os novos-ricos da cidade. Os barcos alugados oferecem coquetel, mesa de frios e caldos, e bebidas (refrigerantes, cerveja, vodca). Tem ainda bar, pista de dança, música ao vivo e show de fogos.

Os convidados são levados para um passeio pelo lago que dura quatro horas, com paradas em pontos turísticos. "Custa menos que uma festa de criança. Cerca de R$ 8.000", disse o proprietário do Imagination, Marlon de Almeida. A expectativa de lotação levou os organizadores a fretarem mais dois barcos: Netuno e Lua Azul.

"Esse evento foi organizado pelos funcionários, não estou sabendo de nada", desconversou Medeiros ao ser questionado pela Folha sobre a festa. Também disse não estar certo de sua candidatura.

Na festa de ontem, o tour pelo Paranoá foi abreviado. Muitos convidados levaram a sério o apelido de "Bateau Mouche", entre eles o ministro do Trabalho, Carlos Lupi. Acabaram pedindo ao capitão para deixar o passeio para mais tarde e foram embora antes de os barcos zarparem. "Esse negócio é mesmo um barco amarrado no outro? Isso é seguro", perguntava Lupi.

Lupi discursou: "Medeiros foi um presente que os deuses colocaram no meu caminho". O secretário ganhou flores e um quadro com sua caricatura. Um vídeo com cenas da rotina de Medeiros e depoimentos foi projetado em meio aos discursos de elogio.

Alguns convidados usavam camiseta com a foto de Medeiros e a frase: "Uma vida dedicada à negociação".

No final da noite, enquanto os mais animados se aglomeravam na pista de dança, em outro barco rolava um karaokê com direito a uma interpretação de "Fuscão Preto". Era o pedetista e ex-superintendente da Delegacia do Trabalho do Paraná João Alberto Graça.

FOLHA DE SÃO PAULO 26/03/2010

domingo, 28 de março de 2010

PROCON neles!!!

 

Clique e leia a materia no Globo

 

Ontem os moradores da petista Osasco receberam de Dilma e Lula apartamentos do Minha Casa, Minha Vida, sem azulejos. Disseram que era para ser assim mesmo, para que cada um comprasse da cor que mais gostasse. O telefone do Procon de Osasco está aí em cima. Contra este tipo de vantagem, use o cartaz e divulgue o telefone do Procon da sua cidade.

A Tartaruga no Poste.


Enquanto suturava um ferimento na mão de um velho gari (cortada por um caco de vidro indevidamente jogado no lixo), o médico e o paciente começaram a conversar sobre o país, o governo e, fatalmente, sobre Lula, sobre a Dilma.

O velhinho disse:

- Bom, o senhor sabe, a Dilma é como uma tartaruga em cima do poste...

Sem saber o que o gari quis dizer, o médico perguntou o que diabo significava uma tartaruga num poste?

E o gari respondeu:

- É quando o senhor vai indo por uma estradinha e vê um poste. Lá em cima tem uma tartaruga tentando se equilibrar. Isso é uma tartaruga em um poste.

Diante da cara de bobo do médico, o velho acrescentou:

- Você não entende como ela chegou lá;

- Você não acredita que ela esteja lá;

- Você sabe que ela não subiu lá sozinha;

- Você sabe que ela não deveria nem poderia estar lá;

- Você sabe que ela não vai fazer absolutamente nada enquanto estiver lá;

- Você não entende porque a colocaram lá;

- Então, tudo o que temos a fazer é ajudá-la a descer de lá, e providenciar para que nunca mais suba, pois lá em cima definitivamente não é o seu lugar!

Delço.
Por e-mail.

quinta-feira, 25 de março de 2010

TSE aplica multa de R$ 10 mil ao presidente Lula por propaganda antecipada em evento em SP

 

Sistema de Recibos Eleitorais - SRE O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiu multar o presidente Luiz Inácio Lula da Silva em R$ 10 mil por propaganda eleitoral antecipada. A propaganda teria ocorrido em janeiro deste ano na inauguração do Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de dados de São Paulo.


Essa é a segunda multa que o presidente recebe por propaganda antecipada. Na semana passada, o ministro do TSE Joelson Dias determinou a aplicação de multa de R$ 5.000 http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u708718.shtml ao presidente Lula por propaganda eleitoral antecipada na inauguração de obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) de Manguinhos e Complexo do Alemão, no Rio, em maio do ano passado.


A multa de hoje foi determinada com os votos de quatro ministros do TSE. Outros três foram contrários à multa. Neste evento de janeiro, Lula chamou Dilma de "palanqueira" http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u683637.shtml e defendeu a implantação da segunda versão do PAC.


"Eu penso que a cara do Brasil vai mudar muito e quem vier depois de mim, eu por questões legais não posso dizer quem é, espero que vocês adivinhem, vai encontrar um programa pronto, com dinheiro no Orçamento", disse Lula à plateia ao lado de Dilma na ocasião.


Hoje à tarde, o presidente brincou com a multa aplicada na semana passada pelo TSE. "Não adianta vocês gritarem nome porque eu já fui multado pela Justiça Eleitoral em R$ 5.000 porque me disseram que eu falei um nome de uma pessoa. Então, para mim, não tem um nome", disse Lula.


Diante da insistência da população, ele brincou. "Se eu for multado, vou trazer a multa para vocês. Levanta a mão aí quem vai pagar a multa..."


Numa espécie de desafio à oposição e aos ministros do TSE que vêem cunho eleitoral nas inaugurações de obras, Lula afirmou que continuará viajando. "Este ano nós vamos viajar o Brasil inteiro para a gente inaugurar todas as coisas que estamos aprontando pelo país."

Quem vai pagar essa conta?

 

Mas atenção: Só pode ser paga com dinheiro vivo. Pode ser enviado em cuecas, malas, meias e em caixas de whisky. 

 

 

campanha milionaria dilma

O GLOBO DIA 24/3/2010

quarta-feira, 24 de março de 2010

10 tipos de eleitores que colocam jabutis em arvores.

Por Adriano Bachega

Em ano de eleição, nada mais oportunista do que escrever um Post sobre eleições 2010, se for para criticar os políticos então… Melhor impossível!

Mas criticar políticos a esta altura do campeonato é realmente bastante bobinho e muito simplista.

Alguma vez você viu um Jabuti (espécie de tartaruga que anda na terra) em cima de uma arvore? Não? Pense bem…

Pois é, Jabutis não sobem em arvores, logo, se lá estão, é por que alguém os colocou.

Em nossa sociedade podemos fazer uma comparação dos Jabutis em cima de arvores com os políticos que ocupam cargos (sem querer ofender os jabutis), se eles estão lá, definitivamente alguém os colocou, não foram para lá sozinhos.

Como eu gostaria de não usar desta pergunta oportunista… Quem os colocou onde estão? Nós! Ou então estes 9 tipos abaixo, que recebi por e-mail e achei interessante, os vários tipos de pessoas que votam, veja a lista.

1. Um sujeito comprou uma geladeira nova e para se livrar da velha, colocou-a em frente à casa com o aviso: ‘De graça.. Se quiser, pode levar’.
A geladeira ficou três dias, sem receber um olhar dos passantes. Ele chegou à conclusão que as pessoas não acreditavam na oferta. Parecia bom demais pra ser verdade, e ele mudou o aviso: ‘Geladeira à venda por R$ 50,00′.
No dia seguinte, ela tinha sido roubada! Quem roubou a geladeira vota!

2. Olhando uma casa para alugar, o interessado perguntou à corretora de imóveis de que lado era o Norte, porque não queria que o sol o acordasse todas as manhãs.
A corretora perguntou: ‘O sol nasce no norte?’ Quando o interessado explicou que o sol nasce no Leste (aliás, há um bom tempo isso acontece) ela disse:
‘Eu não me mantenho atualizada a respeito desse tipo de coisa ‘. Ela também vota!

3. Um atendente trabalhava em um suporte técnico num centro de atendimento a clientes. Um dia, recebeu um telefonema de um sujeito que perguntou em que horário o centro de atendimento estava aberto. O atendente responde: ‘O número que o senhor discou está disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana.’ Ele perguntou:
‘Pelo horário de Brasília ou pelo horário de Manaus?
‘ Pra acabar logo com o assunto, o atendente respondeu: ‘Horário de Manaus.’Essa pessoa que ligou vota!

4. Meu colega e eu estávamos almoçando no restaurante self-service da empresa, quando ouvimos uma das assistentes administrativas falando a respeito das queimaduras de sol que ela havia tido, ao ir de carro ao litoral.
Estava num conversível, por isso, ‘não pensou que ficaria queimada, pois o carro estava em movimento.’ Ela também vota!

5. Minha cunhada tem uma ferramenta salva-vidas no carro, projetada para cortar o cinto de segurança, se ela ficar presa nele.
Ela guarda a ferramenta no porta-malas! Minha cunhada também vota!

6. Meus amigos e eu fomos comprar cerveja para uma festa e notamos que os engradados tinham desconto de 10%. Como era uma festa grande, compramos 2 engradados.. O caixa multiplicou 10% por 2 e nos deu um desconto de 20%. Ele também vota!

7. Saí com uma amiga e vimos uma mulher com um aro no nariz, atrelado a um brinco, por meio de uma corrente. Minha amiga disse:
‘Será que a corrente não dá um puxão a cada vez que ela vira a cabeça?’
Expliquei que o nariz e a orelha de uma pessoa permanecem à mesma distância, independente da pessoa virar a cabeça ou não. Minha amiga também vota!

8. Eu não conseguia achar minhas malas na área de bagagens do aeroporto.
Fui, então, até o setor de bagagem extraviada e disse à mulher que minhas malas não tinham aparecido. Ela sorriu e me disse para não me preocupar, porque ela era uma profissional treinada e eu estava em boas mãos. ‘Apenas me informe… o seu avião já chegou?’ Ela também vota!

9. Esperando ser atendido numa pizzaria observei um homem pedindo uma pizza para viagem.
Ele estava sozinho e o pizzaiolo perguntou se ele preferia que a pizza fosse cortada em 4 pedaços ou em 6..
Ele pensou algum tempo, antes de responder: ‘Corte em 4 pedaços; acho que não estou com fome suficiente para comer 6 pedaços.’ Isso mesmo, ele também vota!

10. Há alguns anos, em Curitiba, fui comprar uma pizza na Praça Tiradentes.
O vendedor disse que a pizza, que estava dividida em 6 partes, custava 12 reais.
Como havia um cartaz anunciando o pedaço de pizza por R$1.50. Pedi 6 pedaços.
O atendente embrulhou os 6 pedaços cuidadosamente..
Paguei 9 reais e fui para casa. Ele também vota.

Agora, sabemos QUEM elege os jabotis, digo quem coloca os políticos em cima de arvores.

Em tempo… Eu recebi esse spam no meu e-mail e o converti em um Post e… Também Voto.

Lula, Dilma, PAC1, PAC2, campanha antecipada, inaugurações de projetos.

 

No silêncio da lei

De Miriam Leitão:

Há mais de ano o presidente Lula e a ministra Dilma transformaram o governo em uma campanha eleitoral permanente.

São eventos sucessivos na cara da Justiça Eleitoral, que não fixa parâmetros, não estabelece limites, não vê o evidente. O PAC II — que será anunciado com apenas 11% do PAC I concluído — é mais um dos desafios às leis, que permitem campanha apenas a partir de 5 de julho.

Existem governos que usam a máquina pública em campanha disfarçada. Alguns são punidos, a maioria, não. Algumas punições são ágeis, a maioria, não. Agora é pior.

Não é o caso mais de falar em pré-campanha. O que está acontecendo é uma descarada campanha. Qual é o motivo de se "lançar" um programa com o outro tão inconcluso? E fazer isso na última semana em que a ministra Dilma Rousseff estará no governo? É mais um palanque.

Obras são inauguradas para voltarem a ser canteiros, assim que termina a passagem do presidente com sua candidata, como mostrou a "Folha de S. Paulo" no domingo.

No levantamento do jornal, 60% das obras inauguradas não estavam prontas, uma não tinha sequer licença ambiental. O "Estado de S. Paulo" de ontem informou que relatórios do comitê gestor do PAC, analisados pelo site Contas Abertas, mostram que 54% dos projetos listados sequer saíram do papel; 35% estão em andamento e apenas 11% foram concluídos.

O GLOBO revelou no domingo o tamanho da conta que ficará para o sucessor com obras não concluídas do PAC: R$ 35,2 bilhões, contratadas entre 2007 e 2010, mas que não foram executadas, nem pagas.

Os restos a pagar já somam R$ 25 bi e vão subir 40% até o fim do ano. Mesmo com inadimplências no cumprimento de prazos e orçamentos no primeiro plano, o governo vai "lançar" o segundo, para ter novo palanque.

Leia mais em O Globo
Siga Miriam Leitão no Twitter: @MiriamLeitaoCom

sexta-feira, 19 de março de 2010

Cabral usa inocentes úteis na tentativa de desemPACar royalties.

 

Calouros em protestos políticos, a maioria dos operários do PAC no Complexo do Alemão embarcou nos ônibus de olho nos R$ 10 prometidos pelas empreiteiras e sem saber ao certo o que aconteceria. "A única coisa que sei é que os políticos vão gritar sobre o petróleo. Na verdade, vou entrar neste ônibus somente pelo dinheiro e pelo meu emprego", disse o ajudante Milton Silva, 32, arrancando gargalhadas dos companheiros de obras. Um ajudante de obra ganha cerca de R$ 700 mensais. 

Quase todos os canteiros do PAC do Alemão interromperam o trabalho depois das 12h para que os operários seguissem para o ato. Já os operários do PAC de Manguinhos eram obrigados a responder a chamada em plena avenida Presidente Vargas. Ao ter o nome chamado, o operário apresentava seu crachá e assinava uma ficha. Recebia então um sanduíche e um suco.

Um dos responsáveis pela chamada, que não quis se identificar, afirmou que estava "verificando quem veio". Ele afirmou que não haveria punição a quem não estivesse no local.  O Consórcio Rio Melhor não informou, até a conclusão desta edição, o motivo da diária ou o número de ônibus mobilizados.  Responsável pela liberação das verbas para as duas obras, o Ministério das Cidades não quis se manifestar.

 

Da Folha Assinantes

quarta-feira, 17 de março de 2010

O que Lula disse X O que Lula fez.

Pinoquioteca

Lula

  • Lula anunciou a recuperação das rodovias federais, mas fez apenas uma operação tapa-buraco.
  • Lula disse que nunca se combateu tanto a corrupção e o crime organizado, mas sua campanha teve caixa 2 de R$ 55 milhões.
  • Lula previu que não haveria reajuste das tarifas de eletricidade em 2006, mas os aumentos para residências chegaram a 11,86%, e para a indústria, a 32,14%.
  • Lula atacou a política de combate à dengue de FHC, mas foi contra concurso para contratar “mata-mosquitos”.
  • Lula prometeu instalar 30 usinas de biodiesel, mas até agora apenas três estão em funcionamento.
  • Lula anunciou em 2006 recursos novos de R$ 18,7 bilhões para casa própria, mas R$ 18,15 bilhões já estavam previstos anteriormente nos orçamentos da União e do FGTS.
  • Lula foi duro crítico de denúncias de corrupção, mas sobre os escândalos capitaneados por petistas disse que “errar é humano”.
  • Lula criticava a remessa de lucros ao exterior, mas entre 2003 e 2006 de cada US$ 10 que entraram no país, US$ 6 foram remetidos às matrizes. No governo FHC, eram US$ 2 para cada US$ 10.
  • Lula inaugurou em 2006 o Aeroporto Internacional de Recife, mas a obra já tinha sido inaugurada dois anos antes.
  • Lula disse que repassou a Alagoas mais recursos que FHC, mas tinha repassado 72% do que FHC.
  • Lula disse que o assassinato do prefeito de Santo André (SP) Celso Daniel foi político e não era investigado porque envolvia gente graúda, mas não investigou e ainda afirmou que o crime era comum.
  • Lula disse que Sarney era um dos maiores latifundiários do Maranhão, mas fez dele um dos seus principais conselheiros.
  • Lula disse que Sarney perdeu totalmente a representatividade interna e externa, mas apoiou a eleição e permanência dele na presidência do Senado.
  • Lula disse que Sarney governava como um moleque, mas, nos escândalos do Senado, disse que era preciso respeitar a biografia dele.
  • Lula disse que não fazia falsas promessas, mas anunciou o plano de desenvolvimento sustentável da BR-163 pela terceira vez.
  • Lula criou em 2006 a Universidade Federal do Grande ABC (UFABC), mas até hoje as obras estão prontas.
  • Lula prometeu levar água para os moradores da zona rural de Caetés (PE), mas não levou.
  • Lula defendia a ética, mas admitiu que o PT fez caixa 2.
  • Lula defendia a ética, mas tentou abafar o “mensalão”.
  • Lula disse que José Dirceu pediu afastamento do comando da Casa Civil, mas afirmou que o demitiu por causa do mensalão.
  • Lula disse ter criado a Controladoria Geral da União, mas ela foi criada por FHC.
  • Lula afirmou que era plenamente responsável pelo o que acontecia na Presidência, mas negou responsabilidade no “mensalão.”
  • Lula prometeu reduzir o déficit da Previdência, mas o rombo das contas do INSS subiu de R$ 17 bilhões para R$ 37,5 bilhões entre 2003 e 2006.
  • Lula prometeu o “espetáculo de crescimento”, mas o Brasil foi o país emergente que menos cresceu.
  • Lula disse que existiam 300 picaretas no Congresso, mas apoia os senadores Renan Calheiros, José Sarney e Fernando Collor.
  • Lula disse que a imprensa tinha um papel muito importante na conquista da democracia, mas agiu para expulsar do Brasil o jornalista Larry Rohter, correspondente do The New York Times no país.
  • Lula criticou as privatizações, mas implantou o regime de concessão de no setor energético.
  • Lula criticou as privatizações, mas privatizou 2.600 quilômetros de rodovias federais.
  • Lula criticou as privatizações, mas concedeu à iniciativa privada a exploração de florestas no Pará.

Obras emPACadas da Sinistra

 

 

terça-feira, 16 de março de 2010

Denúncias contra o governo Lula e o PT


http://materiascompletas.blogspot.com/2005/09/escndalos-pt.html

 

Denúncias contra o governo Lula e o PT (mais ou menos em ordem cronológica do surgimento na imprensa) por PIM e SARAMAR

1) Greenhalg, caso Celso Daniel, caso Lubeca, indenizações milionárias (OUTUBRO/1989)

2) Jacó Bittar e o superfaturamento do aterro sanitário de Campinas/SP (1991)

3) Romero Jucá (MARÇO/2000)

4) Marta e o esquema do lixo em São Paulo (FEVEREIRO/2001)

5) Toninho de Campinas (SETEMBRO/2001)

6) Caso Celso Daniel, com morte de 6 testemunhas (JANEIRO/2002)

7) Esquema dos ônibus (JANEIRO/2002)

8) Compra do PL e José Alencar por 10 milhões no quarto ao lado do Lula (JUNHO/2002)

9) FAT (AGOSTO/2002)10) Luiz Gonzaga da Silva (Gegê), acusado de homicídio (AGOSTO/2002)

11) Propina de Taiwan para a campanha do Lula (2002)

12) Fundos exclusivos e Márcio Sereno (2002)

13) Ministro da Ciência e Tecnologia defende a construção da bomba atômica(JAN/2003)

14) Pontos principais das reformas do governo Lula (FEVEREIRO/2003)

15) Cortes no Orçamento atingem saúde, educação e reforma agrária (FEVEREIRO/2003)

16) Passeio da cadelinha Michelle em carro oficial (MARÇO/2003)

17) Programa Fome Zero, em 90 dias, utilizou R$ 42 milhões dos cofres públicos(ABR/2003)

18) Esquemas da prefeitura de Guarulhos (MAIO/2003)

19) José Dirceu utiliza avião da FAB para campanha política em Cruzeiro do Oeste (JUNHO/2003)

20) Baltazar (armas RJ) (JUNHO/2003)

21) Márcio Thomaz Bastos utiliza helicóptero da PF para favores pessoais (JULHO/2003)

22) Anderson Adauto escândalo do DNIT (JULHO/2003)

23) PM na Câmara dos Deputados (JULHO/2003)

24) Jacques Wagner – Irregularidades no Ministério do Trabalho (JULHO/2003)

25) Compras do Palácio do Planalto I (AGOSTO/2003)

26) Passeio da Benedita da Silva em Buenos Aires (SETEMBRO/2003)

27) Agnelo Queiroz, Ministro dos Esportes (OUTUBRO/2003)

28) outdoors da Ideli Salvatti em SC (OUTUBRO/2003)

29) Miguel Rosseto ministro da Reforma Agrária e INCRA (OUTUBRO/2003)

30) José Eduardo Dutra (NOVEMBRO/2003)

31) Compras do Palácio do Planalto II (NOVEMBRO/2003)

32) Flamarion Portela, governador de Rondônia, preso (NOVEMBRO/2003)

33) Suspensão dos benefícios dos velhinhos acima de 80 pelo Berzoini (NOVEMBRO/2003)

34) AEROLULA Avião presidencial (NOVEMBRO/2003)

35) NOROSPAR (DEZEMBRO/2003)

36) Uso indevido da CIDE dos combustíveis (DEZEMBRO/2003)

37) Luís Favre, aliás Felipe Belisario (FEVEREIRO/2004)

38) Waldomiro Diniz (FEVEREIRO/2004)

39) José Dirceu (FEVEREIRO/2004)

40) Antônio Palocci I (FEVEREIRO/2004)

41) Esquema do Bingo (FEVEREIRO/2004)

42) Olívio Dutra e o Bingo/Bicho no RS (FEVEREIRO/2004)

43) Governo Lula barra a “CPI dos Bingos” no Congresso (FEVEREIRO/2004)

44) Governo barra a “CPI de Santo André” (MARÇO/2004)

45) Mário Haag, ex-diretor da Caixa Econômica Federal (ABRIL/2004)

46) Estrela no Planalto (ABRIL/2004)

47) ONG Ágora (MAIO/2004)

48) Compras do Palácio do Planalto III (MAIO/2004)

49) Bebedeiras do presidente (MAIO/2004)

50) Henrique Meirelles (JULHO/2004)

51) Luiz Augusto Candiota (JULHO/2004)

52) Cássio Caseb (JULHO/2004)

53) Caso Kroll (JULHO/2004)

54) Citibank (JULHO/2004)

55) Lula vai ao Gabão (AGOSTO/2004)

56) 62) acordo com o Maluf (AGOSTO/2004)

57) Proposta de Conselho Federal de Jornalismo (AGOSTO/2004)

58) Viagem de Stédile paga com dinheiro público (AGOSTO/2004)

59) Incra paga viagem área de sem terra (AGOSTO/2004)

60) Caixa 2 de Tocantins e Márcia Barbosa (SETEMBRO/2004)

61) João Henrique Pimentel (PT) (SETEMBRO/2004)

62) Compra de apoio do PTB (SETEMBRO/2004)

63) Antônio Celso Cipriani (SETEMBRO/2004)

64) Caso dos vampiros da saúde Humberto Costa (SETEMBRO/2004)

65) Ministros usam assessores em campanhas eleitorais (SETEMBRO/2004).

66) LEÃO & LEÃO (SETEMBRO/2004)

67) Duda Mendonça I (OUTUBRO/2004)

68) Flamarion Portela (PT) OUTUBRO/2004)

69) Bolsa família completa um ano de lançamento quebrando um recorde (OUTUBRO/2004)

70) Lula condenado (OUTUBRO/2004)

71) Esquema do lixo em prefeituras do PT (OUTUBRO/2004)

72) Dinheiro do BNDES para O Globo (OUTUBRO/2004)

73) Roberto Teixeira e a casa do presidente (NOVEMBRO/2004)

74) Pororoca (NOVEMBRO/2004)

75) David Messer (NOVEMBRO/2004)

76) Cartões de crédito corporativos da presidência (NOVEMBRO/2004)

77) O projeto de restaurantes populares beneficia prefeituras petistas (NOVEMBRO/2004)

78) José Mentor e o abafa da CPI do Banestado (DEZEMBRO/2004)

79) Blindagem do Meirelles (DEZEMBRO/2004)

80) Passeio de Boeing dos filhos do Lula (JANEIRO/2005)

81) Firma do Lulinha (JANEIRO/2005)

82) Jacó Bittar e Lulinha (JANEIRO/2005)

83) FARC (MARÇO/2005)

84) Morte por fome dos indiozinhos de Dourados/MS (MARÇO/2005)

85) intervenção ilegal na Saúde do RJ (MARÇO/2005)

86) Correios (MAIO/2005)

87) Mensalão (JUNHO/2005)

88) Marcos Valério (JUNHO/2005)

89) IRB (JUNHO/2005)

90) Furnas (JULHO/2005)

91) Miro Teixeira (JUNHO/2005)

92) Corrupção no Ibama (JUNHO/2005)

93) Hugo Werle e a madeira do MT (JUNHO/2005)

94) Américo Proietti da Skymaster (JUNHO/2005)

95) Delúbio Soares (JULHO/2005)

96) Sede do PT, na Paulista – 20 milhões (JUNHO/2005)

97) Madeireiras do Pará e a Senadora Ana Júlia (JUNHO/2005)

98) Silvinho e o Land Rover (JULHO/2005)

99) Gushiken (JULHO/2005)

100) BMG e o crédito consignado (JULHO/2005)

101) Cueca dos dólares e João Adalberto (JULHO/2005)

102) INSS e FIRJAN (JULHO/2005)

103) Marcelo Correia de Aguiar (JULHO/2005)

104) Mauro Marcelo de Lima e Silva (JULHO/2005)

105) Ivan Guimarães e o Banco Popular (JULHO/2005)

106) Genoíno (JULHO/2005)

107) Henrique Pizzolato (JULHO/2005)

108) Delúbio, funcionário fantasma (JULHO/2005)

109) Abong – Assoc. Brasil. de ONG’s recebe 500 mil de MV (JULHO/2005)

110) Henrique Pizzolato (JULHO/2005)

111) Professor Luizinho e o Cohiba nas festas do Gran Bittar (JULHO/2005)

112) Superfaturamento GDK – Petrobrás – Silvio (JULHO/2005)

113) Antônio Palocci 2 (AGOSTO/2005)

114) PORTUGAL TELECOM (AGOSTO/2005)

115) Toninho da Barcelona (AGOSTO/2005)

116) Fundos de pensão (AGOSTO/2005)

117) Buratti (AGOSTO/2005)

118) Gilberto Carvalho (AGOSTO/2005)

119) Daniel Dantas (AGOSTO/2005)

120) Osasco (AGOSTO/2005)

121) Marcus Flora (AGOSTO/2005)

122) Paulo Okamoto e Sebrae (AGOSTO/2005)

123) Foro de São Paulo (AGOSTO/2005)

124) Jeany Mary Corner (AGOSTO/2005)

125) Trevisan (AGOSTO/2005)

126) Duda Mendonça II – contas, mensalão (AGOSTO/2005)

127) Ciro Gomes e seu secretário Marcio Lacerda (AGOSTO/2005)

128) Fabiana de Castro e fundos exclusivos (AGOSTO/2005)

129) Casa da Moeda e seu presidente (AGOSTO/2005)

130) Glenio Guedes, procurador da Fazenda Nacional (AGOSTO/2005)

131) Adhemar Palocci (AGOSTO/2005)

132) Compra do apê da ex-esposa do Dirceu (AGOSTO/2005)

133) Luís Favre, aliás Felipe Belisario, contas no Caribe, esquema da Martaxa, emprego do Duda (AGOSTO/2005)

134) Paulo Pimenta e o seu dossiê fajuto (AGOSTO/2005)

135) Grana ilegal para o MST, UNE, UBES (AGOSTO/2005)

136) Itelvino Pisoni, presidente do PDT/TO (SETEMBRO/2005)

137) Interbrazil (SETEMBRO/2005)

138) Farra com o fundo partidário (SETEMBRO/2005)

139) Juscelino Dourado (SETEMBRO/2005)

140) Severino (SETEMBRO/2005)

141) Roberto Marques, amigo do Zé Dirceu (SETEMBRO/2005)

142) Duda Mendonça III – lança perfumes (SETEMBRO/2005)

143) medalha Rio Branco para o Severino (SETEMBRO/2005)

144) Najun Turner (SETEMBRO/2005)

145) Perdão da multa da Coca Cola pelo PT/SP

146) dinheiro para a transoceânica no Peru e corte de verbas do Rodoanel de SP (SETEMBRO/2005)

147) Superfaturamento de contratos de patrocínio do esporte pelo BB (SETEMBRO/2005)

148) Nanomensalinho compra de votos no 1.º turno da eleição para presidente do PT (SETEMBRO/2005)

149) Corretora Bônus-Banval, Naji Nahas, Portugal Telecom, caixa 2 do PT (SETEMBRO/2005)

150) Os 300.000 dos advogados do Delúbio e os honorários do Aristides Junqueira (SETEMBRO/2005)

151) Mauro Dutra

152) Reforma do apê do Gilberto Gil

153) Plataformas, gás natural da Petrobrás

154) Aloisio Mecadante e o caixa 2

155) Festa com dinheiro público para comemorar a expulsão da Heloisa Helena

156) curral eleitoral e uso da máquina partidária em favor da candidatura do Campo Majoritário (SETEMBRO/2005)

157)Governo Lula cria 34 estatais em 33 meses (SETEMBRO/2005)

158) Orla do Rio Vermelho foi cercada com grades, na festa de Iemanjá, porque o Lula estava lá (SETEMBRO/2005)

159) Alexandre Cesar, derrotado à Prefeitura de Cuiabá em 2004, operou com caixa 2 (SETEMBRO/2005)

160) Nelma Cunha e os dólares do PT em Santo André (SETEMBRO/2005)

161) Diebold Procomp, Rui Barquette dos Santos e o contrato com a CEF (SETEMBRO/2005)

162) Intervenção anti-constitucional do Lula na Câmara de Deputados para conseguir votos para seu candidato à presidência da casa (SETEMBRO/2005)

163) Darci Rocha, conselheiro da Refer (fundo de pensão dos ferroviários), denunciou uma tentativa de desvio de R$ 19 milhões da entidade para financiar campanhas petistas (SETEMBRO/2005).

164) Caixa 2 do PT do Paraná, deputado Paulo Bernardo e a denúncia de Soraya Garcia (SETEMBRO/2005

165) Rogério Tolentino, José Mentor e o Valerioduto (SETEMBRO/2005)

166) Donizete Rosa, o ex-gerente-financeiro da gráfica Villimpress, Luciano Maglia, máfia do lixo de Ribeirão

167) Ideli Salvatti traz o caso da corrupção do futebol para a CPI dos Bingos para blindar o Ademar Palocci168) José Eduardo Dutra – violação do painel eletrônico do Senado.

 

Por: Ernani Brígido – Advogado

UMA SUPER ESTRUTURA PARA LULA DA SILVA !!!

 

(PARA VOSSA REFLEXÃO)

O resultado está aí. Em julho de 2008, a SECOM - Secretaria de Comunicação da Presidência da República, chefiada por Franklin Martins, com status de ministro, contratou por R$ 15 milhões anuais o Grupo CDN, uma das maiores empresas de comunicação do país, para cuidar da imagem do Brasil no exterior. No lugar de “Brasil”, leia-se “Lula”. Associada à Fleishman-Hillard, outra gigante das relações públicas internacionais, com mais de 80 escritórios no mundo, a empresa contratou sete jornalistas sênior, com salários mensais na casa dos R$ 20 mil, fluentes em inglês, espanhol e francês, com um único objetivo: colocar a marca “Lula” na mídia global. Nenhum outro líder mundial possui tamanha estrutura de imprensa trabalhando full time para polir a sua imagem e plantar boas notícias no mundo inteiro, com outra diferença.

Quer vir ao Brasil fazer uma reportagem? Lula convida, Lula paga a viagem, Lula abre as portas do Brasil para o fascinado jornalista, inclusive, muitas vezes, com direito a uma “exclusivazinha” para elevar o prestígio. Este ano, o que prova que grande parte dos R$ 15 milhões está sendo paga lá fora, a CDN cobrou apenas R$ 6,4 milhões do Governo Federal, até novembro.

Mas os resultados foram simplesmente espetaculares. Em 2009, Lula concedeu 114 entrevistas, das quais 43 exclusivas para as maiores redes de comunicação internacionais e para os maiores jornais e revistas, oferecidas tanto no Brasil quanto no exterior. Frente a tudo isso, fica fácil entender a razão pela qual o premiadíssimo Lula, no ano da grande crise, saiu maior do que o Brasil, em termos de imagem internacional. A pauta era essa mesmo.

Mercador de ilusões

Os países que mais incensaram Lula foram os Estados Unidos da América, onde Obama o chamou de "meu cara". A Espanha, cujo maior jornal elegeu o presidente brasileiro Homem do Ano, assim como a França, onde o periódico mais importante escolheu Lula como o personagem de 2009. E também teve a Inglaterra, onde o Financial Times identificou o brasileiro como um dos líderes que moldaram a década. Graças ao apoio à Ahmadinejad, até a Al Jazeera trombeteou que Lula resolveu os problemas das favelas do Brasil.

Haja espaço para a arrogância e o narcisismo de Lula. Mas em termos práticos, o que o Brasil ganhou com isso? Os Estados Unidos compraram 45% menos produtos e serviços brasileiros no ano que passou. A Espanha reduziu as suas compras em 34%. A França importou menos 33%. E a Inglaterra cortou em 9% as compras do Brasil. O resultado final é que os países que transformaram Lula em sucesso global compraram U$ 15 bilhões a menos em 2009.

Vale ressaltar que a maior “lambeção” para cima de Lula foi a protagonizada por Sarkozy e a sua linda concubina. Pois é. Além de um superavit de mais de U$ 1 bilhão para a França, o francês quase fechou uma venda de U$ 10 bilhões em caças que nunca voaram além da Provence. Como o interesse de Lula e do PT é apenas o discurso interno, números são apenas um pequeno detalhe.

A não ser manter os 80% de popularidade do mercador de ilusões, custe o que custar.

RAY PINHEIRO
BRASILIA-DF- BRASIL

MINHA CASA, MINHA MORTE

Minha Casa, Minha Morte

INCRA é informante do MST

 

 

 

Stédile revela que o Incra é informante do MST.


Em reunião com jornalistas governistas para criar uma “rede contra a criminalização de movimentos sociais”, João Pedro Stédile fez uma revelação estarrecedora: o Incra informa o MST sobre os alvos de suas invasões. Ele admitiu que foi um erro invadir a fazenda do grupo Cutrale, em São Paulo, mas culpou o Incra por haver “repassado” ao MST uma informação errada: que a fazenda seria área pública.

Afanou por quê?


João Pedro Stédile só não explicou por que, além de destruir a plantação de laranjas, seus delinqüentes afanaram bens da Cutrale.

Cumplicidade


Órgão do governo federal, o Incra deveria atuar como mediador de conflitos agrários. É a primeira vez que o MST confirma a “parceria”.

Claudio Humberto.

segunda-feira, 15 de março de 2010

LULA OFENDE GRAVEMENTE O POVO ISRAELENSE NO PRIMEIRO DIA. OU: ELE QUER SER O CHEFE DA “ONU DO B”

 

Blog de Reinaldo Azevedo

Critiquei aqui na sexta-feira uma reportagem incrivelmente idiota assinada por Adar Primor, publicada no jornal israelense Haaretz. Lula era saudado como um grande negociador, o homem que não tinha lido um único livro na vida, mas que seria dono de uma “sabedoria suprema” e de uma “mente criativa”… O Haaretz não tinha percebido que a estupidez dita por Lula sobre a ditadura cubana e suas vítimas já tinha calcinado a imagem do “grande líder” da América Latina. O jornal percebe agora com quem estava lidando.

O brasileiro chegou neste domingo a Israel e já provocou o primeiro incidente diplomático — na verdade, uma grosseria inaceitável: nega-se a depositar flores no túmulo de Theodor Herzl, fundador do Movimento Sionista e considerado pelos israelenses o idealizador do moderno estado judeu.

A cerimônia está prevista para terça-feira. Lula ainda tem como evitar a ofensa e a provocação. A simples menção de não participar da solenidade já foi agravo suficiente. Mas podemos e devemos esperar qualquer coisa do Itamaraty — especialmente o pior.

É claro que Lula não tem a menor idéia de quem foi Herzl. Sabe o que Celso Amorim e Marco Aurélio Garcia lhe sopram aos ouvidos. E ambos devem ter dito cobras e lagartos do sionismo, equiparando-o ao racismo etc. Pintaram Herzl como o responsável original pelos atuais conflitos no Oriente Médio. E recomendaram: “Não vá à cerimônia”.

E Lula achou uma boa idéia. Não obstante, na terça, em Ramallah, na Cisjordânia, ele pretende depositar flores no túmulo de Yasser Arafat. Goste-se ou não das idéias de Herzl, era um jornalista e um intelectual. Não tinha as mãos sujas de sangue. Arafat explodiu muitas crianças em ônibus escolares.

O mais espantoso nessa decisão é que Lula chega a Israel dizendo-se o portador de uma nova mensagem: a da conciliação — como se outros não a tivessem tentado antes, mas vá lá…  Que conciliador é este que já chega insultando aquele que é, na prática, o principal herói nacional moderno?

A coisa é séria, é grave: na condição auto-outorgada de juiz simbólico dos conflitos no Oriente Médio, o presidente brasileiro deslegitima uma causa e uma visão de mundo sem as quais Israel não existiria. Feita essa escolha, já não pode mais se apresentar como o homem do diálogo. A ser mantida a decisão, Lula se tornará uma espécie de ídolo do anti-semitismo mundial. Daqui a pouco, como sabemos, ele vai ao Irã emprestar seu apoio e sua solidariedade a Mahmoud Ahmadinejad. E seu perfil estará ainda mais definido diante do mundo. Aquela reportagem tonta do Haaretz dizia que Lula sabia como ser amigo do Irã e de Israel. As amizades de Lula estão começando a ficar bem claras.

Algo estranho acontece
Anotem aí: algo estranho está em curso. Tenho a impressão de que andaram soprando  feitiçarias aos ouvidos de Lula. Há quem diga que ele poderia até ser um candidato a secretário-geral da ONU. Pré-Cuba e, a se manter a decisão, pré-Israel, era uma idéia um tanto megalômana, mas não absurda. Agora, Lula ficou do tamanho de suas escolhas. Quem, com um mínimo de responsabilidade, confiaria nele?

Não sei, não… Seus feiticeiros podem andar com idéias esquisitas. Na solenidade de fundação da tal comunidade de países da América Latina e do Caribe, Lula já desceu o sarrafo nas Nações Unidas. Uma “OEA do B”, sem EUA e Canadá, parece pouco para suas ambições. Talvez esteja sonhando é com uma “ONU do B”, um Foro de São Paulo de alcance planetário, fazendo-se porta-voz de países e movimentos que decidiram resistir aos EUA e à Europa Ocidental.

Só uma ambição destrambelhada como essa explica a sucessão de absurdos a que Lula se dedica. Lembrem-se de que ele não compareceu à posse do “direitista” Sebastián Piñera no Chile. Lula justifica a sua posição pusilânime sobre Cuba afirmando que não quer se imiscuir nos assuntos internos do país. Sua recusa em participar da solenidade no túmulo de Herzl, se mantida, é muito mais do que uma “interferência no assunto interno de um país”. Trata-se de uma ofensa a um povo, não a um governo.

Agora o mundo já sabe. Esse é o “estadista global” de Davos.

Ministro das Relações Exteriores de Israel boicota visita de Lula ao país

 

"Em mais um desafio ao governo do premier Benjamin Netanyahu, o controverso ministro das Relações Exteriores de Israel, Avigdor Lieberman, decidiu hoje boicotar a visita do presidente Luis Inácio Lula da Silva ao país. O motivo, segundo assessores, além da proximidade do Brasil com o governo do Irã, seria a recusa veemente do brasileiro em visitar o cemitério militar, em Jerusalém, e depositar uma coroa de flores no túmulo do pai do sionismo, Theodor Hertzl, num incidente já classificado pela imprensa local como incidente diplomático... A postura de Lula causou irritação na ala mais conservadora do governo Netanyahu e o boicote à comitiva brasileira ganhou mais adeptos. O partido de ultra-direita União Nacional também se ausentou durante o discurso de Lula no Parlamento. Num comunicado, o partido justificou a evasão do plenário:  "Numa sequência vergonhosa de humilhação do povo judeu iniciada por Hillary Clinton, o presidente do Brasil continua envergonhando o Estado de Israel e seus símbolos no coração da casa legislativa", dizia o texto, distribuído à imprensa em Jerusalém ..." Leia mais

Se gritar pega ladrão!!!

 

 

Pastores brigam por voto evangélico na Paraíba

 



Philemon Rodrigues

 

Uma verdadeira “guerra” de pastores em busca dos votos de mais de 300 mil evangélicos está sendo travada nos bastidores da política paraibana. A “guerra” envolve diretamente crentes como Philemon Rodrigues, Edvan Carneiro, Walter Brito Filho e Walter Brito Neto. O ex-deputado federal Philemon Rodrigues (PR), ligado à Igreja Assembleia de Deus, que retornar à Câmara Federal e já está em plena campanha.
Ele disse que terá o apoio oficial da Assembléia de Deus em João Pessoa e Campina Grande. Os dois ministérios, da mesma denominação, abrangem a grande maioria dos municípios do Estado da Paraíba. Philemon Rodrigues disse que é o candidato oficial da Assembleia de Deus em Campina Grande, que tem abrangência em 90 municípios, e em João Pessoa, cuja área de atuação seria de 130 municípios.
Por outro lado, o pastor Edvan Carneiro (PRB) contesta a informação de Philemon. Segundo Edvan, a Assembleia de Deus de João Pessoa, por exemplo, está fechada no apoio ao seu nome para deputado federal nas próximas eleições. “Além do mais, temos a possibilidade de apoio da Igreja Universal do Reino de Deus ao nosso nomes”, declarou o pastor Edvan Carneiro.

Brito ataca Philemon e Edvan
Mas o ex-deputado estadual Walter Brito Filho (PPS), evangélico da Igreja Presbiteriana de Campina Grande, que também está em plena campanha para deputado federal, contestou Philemon Rodrigues e Edvan Carneiro. Walter Brito disse que quem tem o apoio oficial da Assembleia de Deus é ele. “O pastor presidente da Assembleia de Deus, José Carlos, e mais de 200 pastores de igrejas diferentes estão comigo para deputado federal”, disse Walter Brito. Walter Brito atacou Philemon Rodrigues e Edvan Pereira. “Philemon não tem votos. É um forasteiro, que veio de Minas Gerais para tirar proveito na Paraíba”, declarou Walter Brito.
Em relação a Edvan Pereira, ele disparou: “Edvan é um aventureiro de período de campanha e não tem votos. Quem tem voto é Walter Brito, pela sua história”.
Walter Brito acrescentou que sua história política é marcada pelos “serviços prestados aos crentes durante quatro mandatos”. “Quem tem boca, diz o que quer. Uma coisa é você falar. Outra coisa é a verdade aparecer”, frisou em relação a Philemon e Edvan Carneiro. Walter Brito disse que, quando deputado federal por quatro vezes, teria trabalhado muito pelos evangélicos da Paraíba. “Como deputado federal, vou trabalhar muito mais”, acrescentou. O filho de Walter Brito, o ex-deputado federal Walter Brito Neto (PRB), também está no páreo e disputa os mesmos votos do pai, do pastor Edvan e do ex-deputado Philemon Rodrigues. Walter Neto confirmou que será candidato a deputado porque quer dar sequência ao trabalho iniciado na Câmara, onde ele substituiu por alguns meses o ex-deputado Ronaldo Cunha Lima, que renunciou para não ser processado pelo Supremo pelo atentado contra o ex-governador Tarcísio Burity. Walter Neto foi cassado por infidelidade partidária.
“Integrei a Frente Parlamentar em Defesa da Vida e da Família e fiz parte da bancada evangélica”, disse o ex-deputado, que frequenta a Igreja Presbiteriana de Campina Grande. Ele gaarante que terá o apoio das igrejas Presbiteriana, Assembleia de Deus e Universal do Reino de Deus. “Tenho boa aceitação no meio evangélico pentecostal, neopentecostal e tradicional”, disse.
Indagado se não haverá conflito entre ele e seu pai, na disputa por votos de evangélicos, Walter Neto disse: “Não haverá problemas. Estamos em partidos diferentes e em lados opostos. As pessoas sabem diferenciar”. Walter Neto é aliado do senador José Maranhão e seu pai é aliado do grupo Cunha Lima e acompanha o prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho. (ABS)

Edmilson e Rômulo não misturam

De raízes evangélicas, o vereador pessoense Edmilson Soares (PSB) será candidato a deputado estadual, mas prefere não misturar política com religião. Indagado sobre as disputas entre Philemon, Edvan e Walter Brito por redutos de igrejas, Edmilson disse que prefere não falar sobre a questão. Toda a família de Edmilson é ligada à Igreja Presbiteriana de João Pessoa. Seu pai, Samuel Soares, foi presbítero na Igreja. “Quando o assunto é religião, prefiro não misturar com política”, disse.
O deputado federal Rômulo Gouveia (PSDB) também tem ligações evangélicas e tem contado, a cada eleição, com o apoio de fiéis e pastores de denominações diferenciadas. Ele frequenta a Igreja Batista, mas, assim como Edmilson Soares, prefere separar política de religião. Um candidato evangélico que não quis se identificar, disse que o voto mais caro é o do crente. Segundo ele, os pastores prometem apoio, mas só transferem os votos deles e de seus parentes mais próximos.
“Eles oferecem o rebanho, mas as ovelhas não vem”, disse o candidato a deputado que não quis se identificar. Segundo ele, as ovelhas não obedecem aos pastores e cada ovelha pede um beneficio diferente. Por isso, o voto do evengélico sai tão caro”, frisou. O pastor Jutahi Menezes, da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd), disse que a Igreja deve apoiar candidatos a deputado estadual e federal, mas ainda não decidiu quem serão. (ABS)

Assembleia de Deus ainda decidirá

O pastor e ex-deputado estadual Fausto Oliveira está no páreo por uma das 36 vagas na Assembleia Legislativa da Paraíba, da mesma forma que os deputados Nivaldo Manoel (PPS) e Aguinaldo Ribeiro (PP) e o ex-deputado João da Penha (PMDB).
Nivaldo é deputado e vai disputar a reeleição. Também está em plena campanha pela reeleição, apesar da ameaça de cassação do seu mandato, pelo TRE, por infidelidade partidária. Ele disse que é ligado à Assembleia de Deus, é crente assíduo e tem história. “Nas últimas eleições, tive o apoio oficial da Assembleia de Deus. E estou procurando este apoio novamente”, comentou.
Sobre a briga entre Philemon, Edvan Carneiro e Walter Brito pelos votos os fiéis da Assembleia de Deus, ele respondeu: “A Assembleia de Deus, na pessoa do pastor José Carlos de Lima, nunca declara apoio a nenhum candidato”.
De acordo com Nivaldo, quem vai decidir que candidatos serão apoiados pela Igreja é a Comissão Política das Assembleias de Deus do Brasil, em momento oportuno. E os fiéis serão informados.
Ele disse que, quando há brigas por apoios, como está ocorrendo en-tre Philemon, Edvan e Walter Brito, o pastor José Carlos não se mete. “Ele é sábio e inteligente e não se mete nas brigas”, frisou, acrescentando que todos os candidatos têm o direito de pedir os votos dos fiéis. João da Penha foi deputado estadual, eleito com apoio da Igreja Universal, da mesma maneira que Fausto Oliveira. Mas os dois se desvincularam da Igreja. E tentarão abocanhar parte dos fiéis evangélicos. (ABS)

 

Fonte: Noticias Cristãs

Lula provoca incidente diplomático em Israel

 

 

Incidente diplomático no início da visita de Lula a Israel.

Ele recusou-se, esta noite [horário de lá], a depositar flores no túmulo de Théodor Herzl, o fundador do movimento sionista que criou o Estado de Israel.

O túmulo fica em Jerusalém.

Em Ramallah, cidade que abriga o governo palestino, Lula pretende depositar flores no túmulo de Yasser Arafat.

Uma fonte do ministério das Relações Exteriores de Israel declarou ao Guysen, o maior site de notícias de Tel Aviv em língua francesa, que não é aceitável que Lula desrespeite o procolo usual do país.

Espera que ele reveja sua decisão.

Veja o vídeo:

A colisão entre um político sem grandeza e um estadista

Por Augusto Nunes

 

Traídos pela indiferença ultrajante do Itamaraty, afrontados pela infame hostilidade do presidente da República, presos políticos cubanos e dissidentes em liberdade vigiada endereçaram ao presidente da Costa Rica o mesmo pedido de socorro que Lula rechaçou. Fiel à biografia admirável, Oscar Arias nem esperara pela chegada do apelo (que o colega brasileiro ainda não leu) para colocar-se ao lado das vítimas do arbítrio. Já estava em ação ─ e em ação continua.

Neste sábado, Arias escreveu sobre o tema no jornal espanhol El País. O confronto entre o falatório de Lula e trechos do artigo permite uma pedagógica comparação entre os dois chefes de governo:

Como pensa Lula, chefe de seita com cara de bando

Brasil

 

Oscar Arias chefe de Estado, honra o Nobel da Paz que recebeu.

Costa Rica

[Lula-Fidel.bmp] 

 

 

Lamento profundamente que uma pessoa se deixe morrer por fazer uma greve de fome. Vocês sabem que sou contra greve de fome porque já fiz greve de fome”.

 

“Uma greve de fome de 85 dias não foi suficiente para convencer o governo cubano de que era necessário preservar a vida de uma pessoa, acima de qualquer diferença ideológica. Não foi suficiente para induzir à compaixão um regime que se vangloria da solidariedade que, na prática, só aplica a seus simpatizantes. Nada podemos fazer agora para salvar Orlando Zapata, mas podemos erguer a voz em nome de Guillermo Fariñas Hernández, que há 17 dias está em greve de fome em Santa Clara, reivindicando a libertação de outros presos políticos, especialmente aqueles em precário estado de saúde”.

“Eu acho que a greve de fome não pode ser utilizada como pretexto para libertar pessoas em nome dos direitos humanos. Imagine se todos os bandidos presos em São Paulo entrarem em greve de fome e pedirem liberdade”.

  “Seria perigoso se um Estado de Direito se visse obrigado a libertar todos os presos que decidirem deixar de alimentar-se. Mas esses presos cubanos não são como os outros, nem há em Cuba um Estado de Direiro. São presos políticos ou de consciência, que não cometeram nenhum delito além de opor-se a um regime”.

“Temos de respeitar a determinação da Justiça e do governo cubanos”.

  “Não existem presos políticos nas democracias. Em nenhum país verdadeiramente livre alguém vai para a prisão por pensar de modo diferente. Cuba pode fazer todos os esforços retóricos para vender a ideia de que é uma “democracia especial”. Cada preso político nega essa afirmação. Cada preso político é uma prova irrefutável de autoritarismo. Todos foram julgados por um sistema de independência questionável e sofreram punições excessivas sem terem causado danos a qualquer pessoa”.
“Cada país tem o direito de decidir o que é melhor para ele”.   Sempre lutei para que Cuba faça a transição para a democracia. (…) O governo de Raúl Castro tem outra oportunidade para mostrar que pode aprender a respeitar os direitos humanos, sobretudo os direitos dos opositores. Se o governo cubano libertasse os presos políticos, teria mais autoridade para reclamar respeito a seu sistema político e à sua forma de fazer as coisas”.

“Não vou dar palpites nos assuntos de outros países, principalmente um país amigo”.

  “Estou consciente de que, ao fazer estas afirmações, eu me exponho a todo tipo de acusação. O regime cubano me acusará de imiscuir-me em assuntos internos, de violar sua soberania e, quase com certeza, de ser um lacaio do império. Sem dúvida, sou un lacaio do império: do império da razão, da compaixão e da liberdade. Não me calo quando os direitos humanos são desrespeitados. Não posso calar-me se a simples existência de um regime como o de Cuba é uma afronta à democracia. Não me calo quando seres humanos estão com a vida em jogo só por terem contestado uma causa ideológica que prescreveu há anos. Vivi o suficiente para saber que não há nada pior que ter medo de dizer a verdade”.
 

Oscar Arias é um chefe de Estado. Lula é chefe de uma seita com cara de bando. Arias é um pensador, conhece a História e tenta moldar um futuro mais luminoso. Lula nunca leu um livro, não sabe o que aconteceu e só pensa na próxima eleição. Arias é justo e generoso. Lula é mesquinho e oportunista. Arias se guia por princípios e valores. Lula menospreza irrelevâncias como direitos humanos, liberdade ou democracia.

O artigo do presidente da Costa Rica, um homem digno, honra o Nobel da Paz que recebeu. A discurseira do presidente brasileiro, um falastrão sem compromisso com valores morais, tornou-o tão candidato ao prêmio quanto Fidel, Chávez ou Ahmadinejad. A colisão frontal entre o que Lula disse e o que Arias escreveu escancarou a distância abissal que separa um político sem grandeza de um estadista.