Google+ Álem M. Martins: A Síndrome de Saul e a difícil tarefa de Samuel

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

A Síndrome de Saul e a difícil tarefa de Samuel

 

por Gregório Júnior

http://www.mycatholictradition.com/image-files/saul-annointed.gif

Sem Palavras Doces e nenhuma papa-na-língua, um famoso pastor discutiu abertamente em um site (Projeto Megafone) e posteriormente no blogue de propriedade do Ministro Cristão que se mostra ofendido pela repreensão ’sofrida’, depois de ter cantado com um grupo católico (Rosa de Sarom) num show intitulado “Um só Deus”, comenta-se inclusive que fora entoado um belo e harmoniso ‘Ave Maria’;

Depois de ter perdido a compostura em seu próprio blogue, o Pr. Ofendido (a quem passaremos a chamar de Pr. Rei Saul) rasgou o verbo e além de não digerir bem a repreensão dada pelo pastor visitante de sua página, respondendo de modo ‘nada espiritual’ aquele que simplesmente opunha-se contra seu feito em prol de ‘multidões que se convertiam’ em detrimento, segundo o Pr. Rei Saul, à “dois gatos pingados” que se converteriam no templo de seu indesejado visitante on line;

Diante das incisivas respostas do Pr. Leitor (que merecidamente chamaremos de Pr. Profeta Samuel), o Pr. Rei Saul não conteve seus dedinhos em digitar um seco, inesperado e grosseiro “Pense o que quiser” e depois um belo “vai cuidar de Sua vida”, ainda coagindo o Seu Companheiro de Função (no caso, ambos são pastores) que sua postagem inicial (que classificou como ridícula), estaria na mão de seus advogados. Apenas para matar a curiosidade do leitor, segue o comentário do Pr. Profeta Samuel feita num Forúm Gospel em detrimento do Pr. Rei Saul:

19/09/2009)
“… Fiquei me questionando o que de fato foi o foco desse evento. Antes, é importante definir o que é um “foco”. Creio ser algo que fica em evidência. neste exato momento com toda sinceridade de meu coração tento encontrar o foco desse evento. Encontrei: vocês. Sei que vivemos uma época em que a tolerância deve ser praticada, embora veja que os profetas de Deus sempre foram taxados de intolerantes (Acabe que o diga!), e nem por isso se intimidaram ou cederam à pressão da moda do momento. Estou também me perguntando sobre “o que realmente une” uma banda católica e um cantor evangélico no mesmo palco (antes eram púlpitos). E antes que me venham com essa conversa de que o que vale é a intensão do coração, já vou dizendo que boa intensão não muda a vontade de Deus. Davi teve boa intensão ao trazer a Arca de volta, mas não fez da forma correta. O resultado foi a reprovação de Deus. Por isso, neste exato momento não dá pra dizer que Deus reprovou e nem que Ele aprovou esse evento, e assim sendo, como mineiro que sou ficarei aguardando o que acontecerá. Se é “algo novo de Deus para nossas vidas”, não me preocupo em participar pois, assim como a Graça de Deus veio para aqueles que nem a esperavam, esse “algo novo” (aliás, qual é o nome?), virá a mim também, pois, esse “algo novo” não será maior do que a Graça de Deus revelada em Cristo e recebida pela fé (da qual eu já participo), e por isso tenho a garantia de não ficar de fora desse “algo novo” se ele for de Deus. Agora, se for mais uma dessas modas contemporâneas, não perderei meu tempo, e nem o meu foco“.

Após de Receber esta dura verdade, o Pr. Rei Saul agiu como seu personagem, preocupado não com a vontade de Deus, nem com o que está implícito na Palavra Sagrada, assim como Saul da tribo de Benjamim, preocupou-se mais com o que seus Anciãos iriam pensar e com o que o povo desejava de seu Rei, desprezando as ordens pré estabelecidas de Deus, ou com o arrepender-se mediante a repreensão do Senhor. (I Sm 15: 24, 30)

A Resposta do Pr. Rei Saul mais parecia um discurso de desconstrução daquilo que chamamos de rudimentos de fé, e com base única e exclusivamente em seu ministério e liderança, tendo como ‘genuinidade’ de seus feitos os não “dois gatos pingados” que se convertam em seus Cultos-shows, Apesar da coesão do Pr. Profeta Samuel em trazer-lhe a Palavra de Deus, o Pr. Rei não queria submeter-se a mensagem de Deus para sua vida. Com um resposta arrogante, desta em seu próprio blogue, o Pr. Rei Saul Chamou o Pr. Profeta Samuel de Infantil, além de tê-lo menosprezado com referindo-se a este como um “Tal”, além de citar a graduação do Pr. Profeta Samuel, desdenhando-a pelo tempo de reconhecimento de seu seminário, além de se sobressair num pomposo manifesto de sua glória e esplendor, seguida de uma modéstia questionável para não sair tão apavonado em sua defesa, justificando-se de suas atitudes imaturas em hostilizar o Pr. Profeta Samuel, acusando-o redundantemente de infantil, batizando-o de aproveitador de fé, além tentar desfazer a ameaça jurídica bem entendida sobre as postagens entregues a seus advogados.

Retrucando de modo direto as catucadas do Rei, o Profeta mostra que não está alí para brincadeira, além de mostrar que currículo exige bem mais que sucesso e carisma, exige responsabilidade e compromisso direto com a Palavra Sagrada exaustivamente Estudada, além de mostrar o peso e o poder daquilo que externamos quando somos prenunciadores do evangelho de Cristo. Com categoria o Pr. Profeta Samuel mostrou que não era o Louco de pedra que pensou o Pr. Rei Saul.

Os Pastores a quem carinhosamente apelidamos de Saul e Samuel, são os Ministros Cristãos Pr. André Valadão (Igreja Batista da Lagoinha) e o Pr Olivar Alves Pereira (São José dos Campos – SP – Pastor Presbiteriano). A associação que fizemos serve para mostrar como as característica destes dois nomes bíblicos tem se manifestado não só na vida destes dois Homens, mais de muitos que por lutarem por si mesmo Afirmam o sentimento (Síndrome) do Rei Saul, preocupado com sua Glória, Reputação e Majestade, ao tempo que outros mesmo tornando-se conhecidos diante da defesa da Palavra de Deus mostram que é possível existir homens tão firmes, Coesos e sinceros diante de Deus como foi o Profeta e Juiz Samuel (que difícil tarefa!), criado na Casa do Sacerdote Eli, Junto a Hofni e Finéias – dois sacerdotes que por não respeitarem a palavra do Senhor trouxeram desgraça para o povo de Deus (1 Samuel 4:11)- Manteve, ainda que num meio desconfiguradamente Bíblico, uma postura que lhe garantiu uma comunhão com o Deus que é IMUTÁVEL. Por isso a todos que Sofrem a Síndrome do Rei Saul: Cuidado com o Suicídio!, e aos que possuem a difícil tarefa do Profeta Samuel: O senhor Confirmará cada palavra que sair da tua boca!.

Não Assumimos partidos, estamos do lado dos defensores da Palavra de Deus como que ela é, Pura e Infalível.

Os Debates destes dois Pastores estão nos links abaixo:
Gospel+ 1
Gospel+ 2

http://mudpreacher.files.wordpress.com/2009/09/saul-reproached-by-samuel.jpg?w=500

Nenhum comentário:

Postar um comentário